maio
30


Exclusivo: Dida chama Joesley de ‘my friend’ e negocia presidência da Vale

Joesley Batista contou à PGR que procurou Aécio Neves com um pedido de Aldemir Bendine, o Dida, para ser indicado à presidência da Vale.

Em troca de mensagens entre Joesley e Bendine, obtida com exclusividade por O Antagonista, Dida marca um jantar com o dono da JBS no dia 22 de março.

Depois da conversa, ele envia uma mensagem cifrada: “J, fiz o levantamento/valuation da empresa prospect. 40 eh um bom valor. Bem gerida, em um ano da para tirá-a de valor patrimonial para um múltiplo de, no mínimo, 8x.”

Segundo Joesley, Dida estaria se referindo aos R$ 40 milhões que Andrea Neves lhe pediu de contrapartida pela presidência da Vale. O ex-presidente do BB e da Petrobras parece concordar com a cifra e promete um retorno de 8 vezes em um ano.

No dia 24, como revela gravação já divulgada, Aécio explicou a Joesley – num hotel em São Paulo – que já havia escolhido o presidente da Vale, mas poderia disponibilizar alguma diretoria a Dida.

O dono da JBS, então, envia mensagem ao amigo explicando: “Presidência já foi, se funcionar uma diretoria pode escolher”. Dida responde, contrariado: “Que merda”. Logo, agradece a “tentativa” e se despede.

Os prints foram entregues pelo empresário à PGR como prova de corroboração de sua delação.


Be Sociable, Share!

Comentários

rosane santana on 30 Maio, 2017 at 8:21 #

Todo absolutamente todo o sistema político no Brasil assim funciona desde o Império, no século XIX, se tomarmos como referência o século da criação do Estado nacional, cujos males estão enraizados na história do colonizador. O mal da Lava-Jato foi partidarizar, atribuindo o início de tudo aos governos do PT, como o fez o aloprado Dellagnol, a quem falta perspectiva histórica e política. Rasa, rainha, a cabeça daquele rapaz! Só muita inocência pra achar que o que aí está vai mudar ou mesmo começar a mudar com a Lava-Jato.Gargalhadas!!!A prova de que isto não é verdade são as recentes delações da JBS, demonstrando cabalmente que tudo se manteve como dantes, e se mantém, mesmo com a Lava-Jato. Não se muda uma cultura política por decreto, nem convidando marcianos para intervir.


rosane santana on 30 Maio, 2017 at 8:22 #

correção: rasinha e não rainha.O corretor da Apple não é inteligente!


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos