CRÔNICA

MADRUGADA INTERROMPIDA

Maria Aparecida Torneros

Pretendia dormir. Mas a madrugada foi interrompida às 3. Mamãe precisou cuidados e atenção. No seu falar comprometido pelo Alzheimer, mencionou meu pai que segundo ela foi trabalhar e não voltou pra casa. Na verdade ele faleceu há quase 10 anos. Ela esqueceu. Foram casados durante 59 e alguns meses.
Repetiu que ele vai voltar mas ela não irá falar com ele.
Fui concordando enquanto esperava que a medicação dada fizesse efeito.
Ela custou mas adormeceu.

Eu perdi o sono. Fui buscar um telecine e encontrei um filme argentino que adoro. “O segredo dos seus olhos” revi com atenção.
Como previsão de cigana vi o personagem crer na culpa do assassino do enredo. Vi a promessa do viúvo jovem de vingar a morte da sua amada. E exaltei no final quando a doutora Irene finalmente se rendeu ao pretenso amor do seu subalterno que já durava mais de duas décadas. Às 6 fui pra cama. O dia de hoje clareou devagar. Chovia. Essa era a previsão meteorológica. Quando acordei, prometi a mim mesma voltar a ler os segredos de tantos olhos que me espreitam.

Cida Torneros é jornalista e escritora, mora no Rio de Janeiro, onde edita o Blog da Cida.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos