mar
27
Postado em 27-03-2017
Arquivado em (Artigos) por vitor em 27-03-2017 00:28


“Eu estava falando com minha família para dizer que estava bem”

DO EL PAIS

J. Rubio

Uma das fotografias do atentado de Londres foi usada nas redes sociais como argumento islamofóbico. Na imagem, captada pelo fotógrafo Jamie Lorriman, uma mulher caminha ao lado de um grupo de pessoas que estão socorrendo uma das vítimas. Muitas pessoas disseram que ela estava passando ali com indiferença, sem se importar com o que havia à sua volta. A mulher da foto reagiu por meio de uma nota divulgada pelo coletivo britânico Tell Mama, que registra e denuncia os ataques contra a comunidade muçulmana no Reino Unido. “Há pessoas que só viram a minha roupa”, disse a mulher, que estava falando com a família no momento em que a fotografia foi tirada. ondres].

A mulher, que não revelou sua identidade, afirma que se sente “chocada e totalmente consternada” com a maneira com que sua fotografia circulou nas redes sociais. Um dos tuítes islamofóbicos mais divulgados foi o do tuiteiro norte-americano Texas Lone Star, que se define na rede social como partidário de Donald Trump e patriota. Ele a compartilhou em dois tuítes distintos. Primeiramente, afirmou que a mulher estava andando “tranquilamente, olhando para o seu celular, enquanto ao lado havia um homem agonizando”. Depois, ele fez uma montagem com duas fotos, comparando a atitude “deles” com a “nossa”. Outros tuiteiros imitaram a fórmula, assim como alguns veículos de comunicação.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos