DEU NO BLOG POR ESCRITO (DO JORNALISTA LUIS AUGUSTO GOMES)

Oposição é esperança de adversários de Nilo

Nos últimos dias, teses levantadas na imprensa à base de números acrescentam algo de nebuloso ao difícil processo sucessório na Assembleia Legislativa, o qual, pela primeira vez em toda a história, contrapõe publicamente autoridades de primeiríssimo escalão.

O governador Rui Costa propôs uma prévia dentro da bancada, de 42 parlamentares, para escolha do candidato. Os deputados Luiz Augusto e Angelo Coronel, que estão juntos na disputa, não toparam, supostamente porque perderiam.

Nesse caso, como são 12 os deputados dos seus partidos, respectivamente PP e PSD, presume-se que eles não contavam com dez dos 30 votos restantes do bloco, que dariam aritmeticamente a vitória ao nome a ser definido entre os dois.

Aí entra um princípio de enigma: se o deputado Marcelo Nilo, na avaliação dos próprios adversários internos, tem pelo menos 22 votos, somente em composição ampla com a oposição seria possível a Luiz Augusto ou Coronel bater Nilo no plenário, enquanto este precisaria de poucos votos no bloco da minoria para chegar à vitória.

Num conflito em que estão envolvidos, como patronos, líderes do porte do senador Otto Alencar e do vice-governador João Leão, a mudez da oposição traduz um mistério cujos desdobramentos ainda não podem ser estimados.

“Costura” vale mais que “ostentação”

Por outro lado, soa como pilhéria a notícia de que Rui Costa deu uma espécie de ultimato a Marcelo Nilo para revelação do seu potencial eleitoral, que seriam 30 votos, que seus detentores apresnetariam pessoalmente na próxima quinta-feira.

A batalha pela vitória num confronto de tão elevado nível não comporta, certamente, esse tipo de “ostentação”. Ao contrário, é da costura de bastidores, no silêncio noturno, que sairá o nome a ser consagrado no sigilo da urna.

O campeão e os franco-atiradores

Fala-se em estresse dos candidatos a presidente da Assembleia. O maior deve ser de Marcelo Nilo, que é o detentor do cinturão.

Os outros, Angelo Coronel e Luiz Augusto, são os desafiantes – digamos que nada têm a perder.

Be Sociable, Share!

Comentários

Taciano Lemos de Carvalho on 26 Janeiro, 2017 at 0:33 #

“O OPUS DEI, HERANÇA MALDITA DO DITADOR FRANCO, PODERÁ HERDAR A CADEIRA DE ZAVASCKI NO STF!”

https://naufrago-da-utopia.blogspot.com.br/2017/01/o-opus-dei-podera-herdar-cadeira-de.html


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • Janeiro 2017
    S T Q Q S S D
    « dez   fev »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    3031