DEU NO BLOG POR ESCRITO (DO JORNALISTA LUIS AUGUSTO GOMES)

OPINIÃO

Ataque de Coronel indica disputa no plenário

Qualquer que seja o desfecho sobre a eleição para a presidência da Assembleia Legislativa, virá na última hora, havendo, portanto, três semanas para negociações. O quadro atual não aponta para conciliação entre os concorrentes.

Adversário até agora mais evidente num eventual confronto com o presidente Marcelo Nilo, o deputado Angelo Coronel o acusa de mentir sobre apoios, constranger parlamentares ao anunciá-los como eleitores e ainda pressionar colegas.

O teor da divergência demonstra que há uma luta extremada, de difícil reversão. Não estão pesando, como no passado, a força do governo, que determinava obediência, ou, em tempo mais recente, a “autonomia” da Casa, que não haveria com o controle do PT.

Esgarçada a velha dicotomia de décadas da política baiana, impõem-se agora interesses cada vez mais declarados, à medida que a Bahia avança no processo “democrático”, em que novas forças emergem e querem se fazer valer.

O Estado começa a ficar pródigo em lideranças de densidade. Além do próprio pivô de todo esse bafafá, Marcelo Nilo, temos uma vasta plêiade de cabeças políticas com capacidade para disputas majoritárias.

Rui Costa, Jaques Wagner, ACM Neto, Antonio Imbassahy, Walter Pinheiro, Otto Alencar – são nomes que enriquecem e diversificam o cenário, e só por bobagem Geddel Vieira Lima está fora da lista.

Articular em alto nível exige refinada ciência, pois em geral a composição prevalece sobre a vontade. Assim, é certo que uma lição importante será tirada da eleição do dia 1º, caso haja, como previsto, disputa no plenário.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • Janeiro 2017
    S T Q Q S S D
    « dez   fev »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    3031