dez
03


Entre Chapecó e Brasília

A visita de Michel Temer a Chapecó virou uma tremenda sinuca política.

Se o presidente se restringir apenas a acompanhar a chegada dos corpos ao Aeroporto da cidade, prevista para amanhã cedo, reforçará a imagem de que evita eventos públicos por temer as vaias que refletem sua baixa aprovação.

Se decidir ir ao velório, corre o risco de ser hostilizado por quem interpretar o ato como uma tentativa oportunista de ganhar popularidade, diante de uma comoção nacional.

Nesse ínterim, familiares de jogadores começam a se revoltar com o vaivém do presidente e a dar declarações públicas de que ele estaria valorizando mais sua imagem do que a dor da tragédia.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • dezembro 2016
    S T Q Q S S D
    « nov   jan »
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    262728293031