DEU NO BLOG POR ESCRITO ( DO JORNALISTA LUIS AUGUSTO GOMES)

OPINIÃO

Com abono, Temer incorpora ato de Geddel

O presidente Michel Temer assegura que todas as licenças a empreendimentos como o La Vue Ladeira da Barra serão concedidas respeitando os “critérios técnicos” e “normas legais”.

Diante do cada vez mais rumoroso “caso Geddel”, que por isso mesmo permanece no noticiário, Temer age com o pai compassivo, que nem mesmo um puxão de orelhas dá no guri travesso.

Não ficou sozinho em seu empenho. A “base” logo o respaldou com uma impudica declaração assinada por líderes partidários em que foi destacada “a destreza” de Geddel nas ações de bastidores que chamam de “articulação”.

O ministro da Secretaria de Governo, no entanto, e lamentavelmente, porque tinha futuro promissor, é tão indefensável, respeitadas todas as proporções, quanto Lula, para usar um símbolo da política decaída do Brasil.

Para Temer, há uma demolidora relação de causa e efeito: passar a mão na cabeça do seu ministro significa em essência que ele abona os atos praticados e, por consequência, os coloca no rol dos que seria, também, capaz de cometer.

Imprimir Imprimir Enviar por e-mail Enviar por e-mail

Cacoete

Data: 24/11/2016
00:15:5
1

Os telefonemas de Geddel ao presidente e a outro membro da Comissão de Ética Pública foram uma espécie de ato falho: ele não consegue deixar de exercer alguma influência.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • novembro 2016
    S T Q Q S S D
    « out   dez »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    282930