DEU NO BLOG POR ESCRITO (DO JORNALISTA LUIS AUGUSTO GOMES)

Ajuda a Renan atentaria contra investigações

É necessário que seja boato a anunciada pressão do Palácio do Planalto sobre ministros do Supremo Tribunal Federal para que não vá hoje a julgamento a ação que, por via indireta, tiraria Renan Calheiros da presidência do Senado, já que, caso venha a ser réu num dos inquéritos de que é alvo, não poderá figurar na linha sucessória da presidência da República.

Trata-se de uma Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental apresentada pela Rede em maio, quando a preocupação era com o então presidente da Câmara, Eduardo Cunha. No mesmo mês, atendendo ao procurador-geral, Rodrigo Janot, o STF suspendeu o mandato de Cunha por obstrução à Operação Lava-Jato, mas também para evitar a eventualidade de ele assumir a presidência.

Não teria sentido, portanto, todo o processo catártico que está vivendo o Brasil em busca de uma purificação de suas instituições, com prisões, destituições e processos contra grandes nomes da política e do empresariado, se o Senado Federal só pudesse funcionar dentro das normas constitucionais e regimentares sob a condução de um homem acusado de variados delitos na mais alta corte do país.

Se assim for, outra coisa há de se presumir: o senador Renan Calheiros está tão forte e poderoso, inclusive em relação ao presidente Temer, que tirará de letra todas essas calúnias levantadas contra ele e seguirá em paz na vitoriosa carreira política, quem sabe credenciando-se a ser o tão sonhado candidato do PMDB a presidente desde Orestes Quércia, em 1994.

Be Sociable, Share!

Comentários

luiz alfredo motta fontana on 4 novembro, 2016 at 7:30 #

A Máfia tem razões que a própria razão desconhece, mas uma verdade tem ser dita, ela acolhe os seus, os preserva, sobretudo se forem graduados na hierarquia. Meros soldados são contabilizados em perdas e danos.

Renan, agora sem seu sócio, Sarney, detém os direitos da governabilidade, conhece bem os meandros e sabe manusear as marionetes que fingem nos representar.

Nenhum espanto pela ação de Tóffoli, pedir vistas traduz exatamente imobilizar o STF até o fim da gestão de Renan na presidência do senado. Golpe de mestre? Talvez apenas cobrança de favores a que todo circunstante esta sujeito, não esqueçamos o episódio da suspensão assustada da delação de Léo Pinheiro.

O que dizer da dependência de Temer aos caprichos de Renan? Governabilidade é droga cara, sujeita o viciado à situações constrangedoras, relutar é fatal, vide Dilma.

Renan não precisa ser presidente da república, ele os tem na mão.


luiz alfredo motta fontana on 4 novembro, 2016 at 10:16 #

A pergunta ér:

Cármen Lúcia é só discurso de posse ou terá atitude ´para atender ao clamor de sua excelência o cidadão?

A resposta precisa ser breve, a inércia é cúmplice da impunidade.

Aguardemos, sem muita esperança.

Tóffoli fez o que fez, por sentir-se seguro, atendeu Renan e virou as costas ao cidadão comum. Cármen reagirá ou mimetizará esfinge petrificada?


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • novembro 2016
    S T Q Q S S D
    « out   dez »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    282930