out
26
Postado em 26-10-2016
Arquivado em (Artigos) por vitor em 26-10-2016 10:46


DO JORNAL DO BRASIL (EDIÇÃO ONLINE)

O hacker que clonou o celular de Marcela Temer e chantageou a primeira-dama, Silvonei José de Jesus Souza, foi condenado a cinco anos, 10 meses e 25 dias de prisão em regime fechado por estelionato e extorsão, além de multa. A sentença vem apenas seis meses após a abertura do inquérito, que tinha ganhado classificação “prioritária”.

Silvonei, que chegou a pedir R$ 300 mil a Marcela Temer para não vazar fotos íntimas e áudios, deve cumprir a pena em Tremembé, no interior de São Paulo.
Inquérito foi classificado como “prioritário” e sigiloso; Sentença levou apenas seis meses

O inquérito foi aberto depois que o então secretário da Segurança Pública, Alexandre de Moraes, agora ministro da Justiça, foi informado sobre a ação. Moraes, tido como amigo de Michel Temer, teria determinado que policiais de sua confiança assumissem a apuração. O delegado Rodolpho Chiarelli assumiu as investigações e decretou sigilo nos autos.

A defesa de Silvonei criticou a decisão de colocar um réu primário em regime fechado por cinco anos. O hacker tem 35 anos.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • outubro 2016
    S T Q Q S S D
    « set   nov »
     12
    3456789
    10111213141516
    17181920212223
    24252627282930
    31