DEU NO BLOG POR ESCRITO (DO JORNALISTA LUIS AUGUSTO GOMES)

Contratos para o BRT são tripúdio político

É uma covardia a assinatura dos contratos para a primeira etapa da implantação do BRT em Salvador a 15 dias da eleição. O prefeito ACM Neto não precisava disso para vencer no primeiro turno.

Mas, caso algum motivo houvesse para duvidar da via rápida nesta eleição, a perspectiva de construir na cidade um sistema confinado de transporte por ônibus seria o nocaute que faltava, pelo que representa de conteúdo político nas relações entre esferas de poder neste país.

Não seria a primeira vez em que o BRT – garantia de mobilidade a milhares de soteropolitanos na sua luta diária para trabalhar e estudar – teria uso eleitoral.

Em 2014, em busca dos votos da cidade, que a ajudaram muito na eleição, a ex-presidente Dilma comprometeu-se publicamente com o projeto, recuando depois de ter tido o apoio da bancada de Neto para aprovar medidas de seu interesse na Câmara dos Deputados.

A piada cabível é que ela acabou saindo antes da obra, e justamente por isso, com a troca de guarda no Planalto, o poder caiu nas mãos do ministro Geddel Vieira Lima, aliado por enquanto incondicional do prefeito.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • setembro 2016
    S T Q Q S S D
    « ago   out »
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    2627282930