set
14
Postado em 14-09-2016
Arquivado em (Artigos) por vitor em 14-09-2016 00:09

DEU NO BLOG O ANTAGONISTA

Primeiro, façam a galinha botar o ovo

Conselho de um dos maiores especialistas brasileiros em infraestrutura: o plano de concessões anunciado hoje é bom, mas está assentado sobre algo que ainda é uma promessa: o ajuste fiscal.

“É absolutamente fundamental desatar esse nó”, afirma Carlos Fritschak, fundador da consultoria Inter.B, a O Financista. “A PEC do teto de gastos precisa ser aprovada.”

Há várias razões para isso.

Um governo com contas em dia passa mais credibilidade aos investidores estrangeiros de que não vai manter juros estratosféricos que comprometam sua taxa de retorno, nem vai tolerar a inflação apenas para corroer seus gastos. Ou seja: não vai escalpelar a economia para sobreviver.

Se Temer, de fato, aprovar um ajuste crível, Fritschak não tem dúvidas de que haverá estrangeiros investindo nos projetos de infraestrutura.

“Num mundo de taxas de juros nulas ou negativas, os investidores estão ansiosos por retornos positivos”, diz. Basta que o governo aprove o que precisa. Rapidamente.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • setembro 2016
    S T Q Q S S D
    « ago   out »
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    2627282930