set
02
Postado em 02-09-2016
Arquivado em (Artigos) por vitor em 02-09-2016 01:26

Turnê Europa 2016 da Orquestra Juvenil da Bahia

Lúcia Jacobina

Ultrapassados os traumáticos acontecimentos da vida institucional brasileira, finalmente a mídia estrangeira poderá voltar sua atenção para um grupo de jovens músicos baianos integrantes da Orquestra Juvenil da Bahia que iniciou a Turnê Europa 2016,na Suíça, no último dia 30 de agosto,sob a regência de Ricardo Castro e tendo como solista a violinista Midori, no Septembre Musical – Festival de Musique Classique Montreux-Vevey, evento que conta ainda com a participação da Royal Philharmonic Orchestra de Londres, ambas convidadas como orquestras residentes para festejar seu aniversário de 70 anos. Serão realizados ainda mais três concertos no auditório Stravinski, nos dias 01, 02 e 04 de setembro com os pianistas Martha Argerich e Ricardo Castro como solistas. Além da programação oficial, a orquestra fará ainda um concerto didático e participará do Festival Off, sob a regência do maestro baiano de 23 anos, Cássio Bittencourt. Montreux é uma cidade mundialmente famosa pelo ecletismo de seu gosto musical que patrocina ao lado desse evento dedicado à música clássica, um dos mais famosos festivais de jazze exibe, como uma de suas atrações turísticas, a estátua do precocemente desaparecido roqueiro Freddie Mercury. Outra curiosidade é sua vizinhança com Vevey, sede da Nestlé e cidade escolhida comomoradia por Charles Chaplin, também imortalizado com um monumento em outra de suas praças.
Em seguida, sempre sob a regência do maestro Ricardo Castro, a orquestra viajará à Itália, apresentando-se no dia 06 de setembro, no Teatro dell’OperadiFirenzi; no dia 07 de setembro, no Auditorium Parco della Musica – Sala Santa Cecilia, em Roma; no dia 08 de setembro, no Teatro Flavio Vespasiano, na cidade de Rieti, na qual tocará o Concerto Imperador, de Beethoven, tendo como solista e maestro Ricardo Castro; no dia 09 de setembro, no Auditorium Palacongressi, em Rimini, com as pianistas Martha Argerich e TeodosiaNitokou; e, dia 10 de setembro, no Teatro Morlacchi, em Perugia, também na companhia da solista Martha Argerich.
Finalmente, no dia 12 de setembro, a orquestra encerrará suas apresentações em Paris, na Grand Salle da Philharmonie, a novíssima e imponente sala de concertos inaugurada em janeiro de 2015, com o formato de uma nave espacial, projetada pelo festejado arquiteto Jean Nouvel. Nesta oportunidade, exibir-se-á mais uma vez com a pianista Martha Argerich e como regente Ricardo Castro, concerto cujos ingressos esgotaram-se na bilheteria no primeiro dia da abertura das vendas ao público. Basta consultar os sites do famoso evento suíço e da sala de Paris para acompanhar a programação.
Esta é, inclusive,mais uma turnê internacional da Orquestra Juvenil que já esteve anteriormente na Europa e nos Estados Unidos, além de excursionar pelo Brasil. Sua história remonta a 2007, ano de fundação em Salvador do Neojiba, por iniciativa de Ricardo Castro, pianista baiano nascido em Vitória da Conquista e radicado na Suíça, com uma carreira premiada na Europa, vencedor do prestigioso concurso Leeds, na Inglaterra,e professor da Haute École de Musique de Lausanne, que decidiucriar os Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia, destinados ao ensino de música a jovens e crianças. Além da Juvenil da Bahia, sua orquestra de ponta, o Neojiba possui ainda a Orquestra Castro Alves, o Coro da Juvenil e a Banda Sinfônica do Bairro da Paz, além de outras formações em funcionamento em vários bairros de Salvador e no Interior do Estado. No decorrer deste ano, essa orquestra elegeu o “Ciclo Beethoven”, programa inédito que compreende a execução da totalidade das sinfonias do célebre compositor.
Tendo ainda Beethoven como inspiração, neste último mês de agosto, o pianista Ricardo Castro apresentou-se no Teatro Municipal de São Paulo, com a Orquestra Sinfônica Municipal, sob a regência de John Neschling, executando os cinco concertos para piano e orquestra do grande compositor alemão, performances memoráveis que mereceram destaque da Revista Concerto, em matéria de capa intitulada “ O Sentido da Música”, na qual o grande e talentoso pianistabaiano fala de sua dedicação à música como notável intérprete e também da formação de jovens através da música, e da qual selecionamos o seguinte trecho: “Nessas turnês, nossos jovens não somente tocam nas melhores salas de concerto, como também dividem o palco com gigantes da atualidade. E tudo isso é realizado enquanto formamos uma nova geração de músicos e criamos novas oportunidades em tempos difíceis para nossos jovens que tanto se dedicam à ideia de que ‘aprende quem ensina’, tem sido uma prioridade para o Neojiba”.

Lúcia Jacobina é ensaísta e autora

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • setembro 2016
    S T Q Q S S D
    « ago   out »
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    2627282930