DO PORTAL TERRA BRASIL

Martine Grael e Kahena Kunze entraram para a história nesta quinta-feira ao vencerem a regata da medalha da classe 49er FX dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro e se sagrarem a primeira dupla feminina brasileira a conquistar uma medalha de ouro na vela.

As brasileiras, que disputavam o título com outras três embarcações, passaram em terceiro nas quatro primeiras boias, mas, com uma tática arriscada, foram à esquerda da raia, pegaram uma boa corrente e assumiram a ponta na quinta e última boia. As neozelandesas Alex Malohey e Molly Meech, não desistiram, mas as donas da casa continuaram na liderança e cruzaram a linha de chegada com apenas 2s de vantagem.

Dessa forma, Alex e Molly, irmã de Sam Meech, bronze na Laser, em que Robert Scheidt foi quarto colocado, tiveram de se contentar com a prata. O bronze foi para as dinamarquesas Jena Hansen e Katja Steen Salskov-Iversen.

Martine, que é a timoneira, se tornou a terceira medalhista olímpica de sua família. O pai, Torben Grael, é bicampeão na classe Star, com títulos em Atlanta 1996 e Atenas 2004, e conquistou ainda dois bronzes na mesma categoria, em Seul 1988 e Sydney 2000. Além disso, faturou a prata na classe Soling, que já não faz parte dos Jogos, em Los Angeles 1984. Já o tio Lars Grael foi bronze na Tornado, também atualmente fora dos Jogos, em 1988 e 1996.

De quebra, Martine e Kahena se tornaram a segunda dupla feminina do Brasil a ficar entre as três melhores na história do evento esportivo. A primeira foi a formada por Isabel Swan e Fernanda oliveira, que ganharam o bronze em 2008 na 470.

O Brasil também esteve em outra medal race nesta quinta, mas já sem chances de subir ao pódio. Na classe 470 feminina, Fernanda Oliveira e Ana Luiza Barbachan foram quartas colocadas do dia e terminaram a disputa no oitavo lugar geral.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos