jun
12
Postado em 12-06-2016
Arquivado em (Artigos) por vitor em 12-06-2016 13:07

DO EL PAIS

Joan Faus

Orlando / Washington

Um atirador abriu fogo dentro da Pulse, uma conhecida boate gay em Orlando, na Flórida (EUA) na madrugada deste domingo (por volta das 3h, no horário de Brasília), matando ao menos 50 pessoas e deixando outros 53 feridos, muitos em estado grave, segundo as últimas informações das autoridades locais (polícia, FBI, prefeitura de Orlando e hospital local), que realizaram uma coletiva de imprensa no final da manhã. O ataque ocorreu na Pulse, uma conhecida casa noturna voltada ao público LGBT, onde o agressor se entrincheirou durante mais de três horas. O autor dos disparos foi identificado pelos veículos locais como Omar Mateen, um norte-americano de 29 anos que foi morto pela polícia após uma troca de tiros. Número de mortos pode subir.

O caso está sendo investigado como um ato de terrorismo, mas ainda não há detalhes sobre a motivação do atentado nem se o homem está ligado a alguma organização terrorista. “Temos indícios de que este indivíduo pode ter inclinação ao terrorismo islamita, mas não podemos dizer isto com toda certeza”, afirmou o agente do FBI Ron Harper, que destacou ainda não descartar a possibilidade de terrorismo doméstico.

O autor dos disparos –feitos com uma arma de “cano comprido”– provocou um estado de caos e pânico que se prolongou durante horas. Cerca de 300 pessoas estavam no local no momento do atentado. O último post da Pulse no Facebook, apagado pouco depois, é uma mensagem de alerta: “Que todo mundo saia da Pulse e comece a correr”.

A polícia reconheceu que se encontrava em uma situação “com muitas vítimas” e pediu apoio a corporações locais, estaduais e federais. Suspeitava que o agressor pudesse estar de posse de um artefato explosivo. Quando em torno das cinco da madrugada se escutou uma explosão, no lugar já havia um forte dispositivo de segurança, com ambulâncias e patrulhas da polícia, e um negociador fora enviado para lá. Segundo testemunhas, parte dos feridos foi levada para vários hospitais da região, conforme a gravidade de seu estado. Quarenta feridos foram transferidos para o Centro Médico Regional de Orlando.

Ricardo, um dos clientes que estavam no interior da boate, explicou ao veículo espanhol RNE que o local estava muito cheio quando se escutaram os disparos e as pessoas logo se jogaram no chão. Em um intervalo das rajadas de tiros, levantaram-se e saíram correndo pela parte de trás. “Pensei que era parte da música até que vi o fogo de sua pistola”, acrescentou Rosie Feba, que também conseguiu escapar.

O tiroteio já era assunto das redes sociais poucos minutos depois de seu início. Anthony Torres, que divulgou vídeos dos primeiros momentos através das redes sociais, escutou os disparos quando saía do local. “Tudo mundo estava correndo e gritando”, declarou ao Daily News.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • junho 2016
    S T Q Q S S D
    « maio   jul »
     12345
    6789101112
    13141516171819
    20212223242526
    27282930