awalter.jpg”>

DEU NO BLOG POR ESCRITO

A educação não tem pressa

A acreditada coluna Raio Laser, da Tribuna da Bahia, dá hoje que servidores da Secretaria da Educação do Estado, por conta da longa expectativa pela posse de Walter Pinheiro, “se queixam de desprestígio”.

O primeiro fato que salta aos olhos é que, se a SEC fosse um órgão afinado ao máximo com sua missão, em que os corpos técnico e de apoio estivessem plenamente capacitados e satisfeitos para a prestação do serviço público, nem sentiria falta de secretário.

Afastada essa interpretação, que não leva a nada porque é fictícia, aliviemos os intranquilos: Pinheiro despediu-se temporariamente do Senado para assumir o destino desta joia da coletividade, que é a educação, tão vilipendiada, usada e desprezada, para desgraça do nosso futuro.

Não será, portanto, por falta de titular que “a pasta” degringolará de seus nobres objetivos – pelo menos até quando ele der a canetada fatal e declarar oficialmente, na frente do governador, que está responsável pela bananosa.

A partir daí, sonhamos que o senador despejará sobre a juventude baiana a competência e o espírito público que são tidos por consenso como ingredientes de sua trajetória. Contra o que conspira a derradeira ideia legislativa: um plebiscito sobre eleições presidenciais.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • junho 2016
    S T Q Q S S D
    « maio   jul »
     12345
    6789101112
    13141516171819
    20212223242526
    27282930