maio
26
Postado em 26-05-2016
Arquivado em (Artigos) por vitor em 26-05-2016 15:58

Miltinho,uma saudade do tamanho do Brasil!

BOA TARDE!!!

(Gilson Nogueira)

Be Sociable, Share!

Comentários

Vanderlei on 26 Maio, 2016 at 16:41 #

Este belo “Poema do Adeus” é de autoria de Antônio de Pádua Vieira da Costa, codinome Luiz Antônio, compositor de alta patente, conhecido nas rodas da boemia do Rio de Janeiro como Coronel. O apelido vem da sua formação militar – o compositor era oficial do exército, ex-pracinha da FEB na Itália e chegou a compor o Hino da AMAN – Academia Militar de Agulhas Negras.
Luís Antônio nasceu em 16 de abril de 1921, no Rio de janeiro e faleceu na mesma cidade, aos 75 anos, no dia 1º de dezembro de 1996. Suas músicas foram gravadas por artistas de peso, como: Dick Farney, Claudete Soares, Marlene, Elizeth Cardoso, Ademilde Fonseca, Dóris Monteiro, Cauby Peixoto, Maysa, Miltinho, Elza Soares, Linda Batista e até o Palhaço Carequinha, que gravou “O Engraxate”.
Seu último sucesso foi “Eu Bebo sim” um samba bem humorado que estourou na década de setenta na voz de Elizeth Cardoso.
Como tantos outros grandes artistas, seu nome anda esquecido e poucos sabem, mas quem não se lembra das músicas “Sassaricando”, “Lata d’água”…na cabeça, lá vai Maria, lá vai Maria, sobe o morro e não se cansa, “Mulher de Trinta”… você, mulher, que já sofreu …, Vai barracão pendurado no morro… Barracão … de zinco, tradição do meu país…


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos