DEU NO BLOG O ANTAGONISTA

O triunfo da Lava Jato

A capital moral do Brasil, Curitiba, tem 100 mil pessoas nas ruas, todas elas com a Lava Jato.

BOM DOMINGO!!! DE PREFERÊNCIA NAS RUAS DE SALVADOR E DO BRASIL NESTE 13 DE MARÇO !!!
BOM DIA!

(Vitor Hugo Soares)

DEU NO BLOG POR ESCRITO (DO JORNALISTA LUIS AUGUSTO GOMES)

Amiga é pra essas horas

Entre outras credenciais que são espalhadas em favor do ex-presidente Lula, a de que ele “entrou na articulação para barrar o impeachment de Dilma”. É patente que, nas circunstâncias atuais, Lula depende mais de Dilma do que vice-versa.

A escalada da investida da presente na defesa de Lula é uma chance que ela encontra para repavimentar a estrada entre ambos, que não foi lá muito bem cuidada pelo Dnit da política.

Quanto mais somar, melhor será para ela, que dispõe das prerrogativas do cargo máximo do país, tem poder de manobra congressual e, em última análise, detém a maquina mais poderosa, além de não não ser objeto de pedido de prisão preventiva nem estar sendo acusada diretamente de coisa alguma.

Teatro do absurdo

O café da manhã de Renan Calheiros e Lula ainda comporta considerações. Diz-se que Lula foi lá “para explicar aos senadores presentes as denúncias que pesam contra ele”. Imagine-se Lula se explicando e os senadores ali, acreditando.

mar
13
Posted on 13-03-2016
Filed Under (Artigos) by vitor on 13-03-2016


Sinovaldo, jornal NH (RS)

mar
13

DEU NO BLOG O ANTAGONISTA

O desespero do investigado Lula na Globo

O desespero de Lula pode ser medido também pelo “direito de resposta” que ele e os seus advogados pediram ao Jornal Nacional, porque o telejornal fez uma reportagem sobre a denúncia e o pedido de prisão preventiva de Lula no caso Bancoop.

Alegaram que o JN não os procurou antes de colocar no ar a reportagem. Mentira.

Depois, na tal resposta, em vez de uma defesa do investigado, atacaram o jornalismo da Globo.

Eis um trecho da réplica da Globo:

“Apesar de dizer que essa é ‘a verdade dos fatos em sua simplicidade’, o texto se alonga em mais 28 parágrafos, em 89 linhas, em que, com ironia, se dedica, não a se defender das acusações, mas a fazer críticas ao jornalismo da Globo. A emissora não é parte nas investigações a que está sujeito o ex-presidente. Cumpre apenas a sua missão de informar o povo. Respaldada pela Constituição, continuará a fazê-lo, com serenidade, e sem nada a temer.”

  • Arquivos