Salve ela!!! Viva Amelinha: a voz romântica da Paraíba e a frevista das minhas melhores bagaceiras atrás do trio elétrico nos carnavais da Barraca Botafogo, em Salvador.

Vai em memória de meu saudoso pai, Alaôr Soares, que sempre teve grande admiração pelos paraibanos e paixão imbatível pelo carnaval. Morreu no começo de uma folia momesca do fim de fevereiro de um ano bissexto, quando a voz de Amelinha, com seu Frevo Mulher, enchia as ruas, becos e avenidas da Cidade da Bahia. Saudades!!!

BOA TARDE!!!

(Vitor Hugo Soares)

Be Sociable, Share!

Comentários

Celeste Aida on 1 Março, 2016 at 16:24 #

Linda homenagem Vítor. “Aqueles que amamos não morrem. Eles partem antes de nós”. Muita paz para seu pai Alaôr na sua morada eterna. Abraço forte pra você amigo.


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos