DEU NO BLOG POR ESCRITO (DO JORNALISTA LUIS AUGUSTO GOMES

Ainda o caso da paternidade terceirizada

Esse caso – no sentido amoroso da palavra – entre o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e a jornalista Miriam Dutra foi um desses segredos de polichinelo que acometem qualquer república respeitável.

Embora todo mundo o conhecesse na época, a imprensa não ousou abordá-lo abertamente, como faz agora, após o escancaramento pela própria ex-consorte.

Quando a história chegou a ser divulgada, destacou-se a atitude de FHC de reconhecer o filho nascido do conúbio, provendo-lhe as necessidades, inclusive afetivas, apesar da distância.

O comportamento “nobre” do ex-presidente não se alterou nem mesmo com a comprovação, por dois exames de DNA, de que não foi o seu sêmen responsável pela gestação, numa situação atípica do que se poderia chamar de paternidade terceirizada.

Há um clima de conluio cósmico no ar

A propósito, deve haver um toque místico nessa história toda, pois somente o imponderável seria capaz de construir trama tão caprichosa como esta, em que dois episódios distantes se conjuminam de forma tão, digamos, excitante.

Em 1989, no segundo turno da primeira eleição presidencial pós-ditadura, Lula enfrentava Collor, que levou à televisão a ex-amante do petista Miriam Cordeiro para dizer que ele – Lula – queria obrigá-la a abortar a gravidez da qual nasceu a primogênita do metalúrgico.

Era o calor de uma disputa direta, e Lula, em programa eleitoral subsequente, precisou levar a própria Lurian – assim batizada por combinação dos nomes dos pais –, tendo dito que lhe interessava o julgamento que a filha fazia dele, não o “da mãe da menina” ou do “adversário”, aos quais não responderia.

Em 2016, quando o calendário não prevê eleição de presidente, apesar de haver quem queira promovê-la, outra Miriam vem a público denunciar a pressão do ex-presidente Fernando Henrique para que abortasse, acusando-o ainda de usar uma concessionária de serviço público para pagar sua “pensão” no exterior.

A clandestinidade aqui é outra

Está muito claro que há dois móveis coincidentes em ambos os casos: o primeiro é o móvel político, de que Collor lançou mão contra Lula, hoje seu aliado, e agora parece estar por trás de um contra-ataque ao turbilhão em que Lula se envolveu.

O outro é o móvel financeiro, válido para as duas Mirians. O da Cordeiro, já falecida, estimou-se, pagos de uma só vez, em 200 mil cruzados, moeda criada por Sarney, outro adversário que o PT conquistou. Quanto ao da Dutra, desconhece-se o que rolou agora, sendo igualmente incontáveis os dólares via Brasif, devido ao longo prazo de amortização.

Fala-se, com excesso de falsos pruridos, em privacidade, direito a escolher os próprios caminhos e até em razões do coração, mas a ação extemporânea da jornalista da Rede Globo, agora afastada, mais se assemelha às produções de um caráter que não se furta uma duradoura relação clandestina, como, aliás, também FHC.

Imprimir Imprimir Enviar por e-mail Enviar por e-mail

Roberto Marinho devia estar no meio

Veja-se: sobrou para Antonio Carlos Magalhães e seu filho Luís Eduardo, ambos falecidos. A jornalista Miriam precisava ter explicado melhor a mecânica do impedimento de sua volta ao Brasil, atribuída aos dois ilustres baianos.

Numa época em que o Brasil era presidido pelo grande combatente da democracia FHC, embora com as restrições que se possa fazer à aliança com ACM, essa é uma tese que requer esmiuçamento para compreensão e convicção.

Be Sociable, Share!

Comentários

Taciano Lemos de Carvalho on 22 Fevereiro, 2016 at 8:48 #

Operação Acarajé quer prender João Santana. É a Lava-Jato tentando limpar o Brasil.
http://oglobo.globo.com/brasil/nova-fase-da-lava-jato-tem-marqueteiro-joao-santana-como-alvo-18720693#ixzz40tcl9Wib


Jader martins on 22 Fevereiro, 2016 at 10:23 #

Caro Luis,

….a imprensa não ousou abordá-lo abertamente….
Convenhamos, eufemismo para o verbo ousar em tempos de redes sociais quer dizer esconder!!!!!!!!!!!!!!

http://www.viomundo.com.br/politica/dom-orvandil-mirian-dutra-abre-o-armario-de-fhc-e-joga-na-cara-dos-brasileiros-os-cadaveres-podres-do-ex-presidente-que-foi-cruel-machista-desumano-sem-carater-e-imoral.html


Jader martins on 22 Fevereiro, 2016 at 12:24 #

Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • Fevereiro 2016
    S T Q Q S S D
    « jan   mar »
    1234567
    891011121314
    15161718192021
    22232425262728
    29