fev
19

DO EL PAIS

Silvia Ayuso

De Washington

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, confirmou nesta quinta-feira que visitará Cuba entre os dias 21 e 22 de março acompanhado de sua esposa, Michelle Obama. “No mês que vem eu viajarei a Cuba para avançar nossos progressos e esforços que podem melhorar a vida dos cubanos”, afirmou Obama, em uma mensagem publicada em seu Twitter. Na quarta à noite, fontes do Governo norte-americano já haviam antecipado o anúncio. De acordo com Obama, um dos focos do encontro será discutir a violação dos direitos humanos na ilha. “Ainda temos nossas diferenças com o Governo de Cuba, que serão discutidas diretamente. A América sempre defenderá os direitos humanos ao redor do mundo”.

Desde que anunciou a normalização das relações bilaterais com Cuba, em 17 de dezembro de 2014, Obama já vinha manifestando seu desejo de visitar a ilha antes do final do seu mandato, encerrando definitivamente mais de meio século de inimizade entre os dois Governos.

Em julho do ano passado, EUA e Cuba restabeleceram formalmente suas relações diplomáticas. Um mês mais tarde, em agosto, John Kerry se tornou o primeiro secretário de Estado norte-americano a pisar em Cuba desde a revolução comunista de 1959. Na ocasião, ele inaugurou a Embaixada dos EUA em Havana e hasteou a bandeira das listras e estrelas em pleno Malecón, a avenida à beira-mar da capital cubana.

Com a viagem a Cuba, Obama fará um pouco mais de história, pois há quase um século um presidente dos EUA não visita a ilha durante o seu mandato. Em 2002, o democrata Jimmy Carter esteve em Havana, mas naquela ocasião já fazia mais de 20 anos que ele havia deixado a Casa Branca, onde governou entre 1977 e 1981. É preciso recuar ao começo do século XX para encontrar o primeiro – e até agora único – precedente de uma visita de um presidente norte-americano à ilha durante o exercício do cargo. Trata-se da viagem do republicano Calvin Coolidge em janeiro de 1928, para participar da VI Conferência Pan-Americana, embrião da atual Organização dos Estados Americanos (OEA).

Em uma entrevista ao Yahoo News publicada em dezembro, Obama estabeleceu a pauta da sua eventual viagem a Cuba. “Se eu for, então parte do acordo será que eu possa conversar com todos”, declarou o presidente. “Deixei muito claro em minhas conversas diretas com o presidente [Raúl] Castro que continuaríamos mantendo contatos com aqueles que querem ampliar o espectro da liberdade de expressão em Cuba”, afirmou.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • Fevereiro 2016
    S T Q Q S S D
    « jan   mar »
    1234567
    891011121314
    15161718192021
    22232425262728
    29