DEU NO BLOG POR ESCRITO (DO JORNALISTA LUIS AUGUSTO GOMES)

O mártir-mor

Este é o tipo de reparo que Por Escrito faz sem mínimo de temor de ser seu editor tomado por tendencioso, omisso ou qualquer adjetivo desqualificante na análise do cerne político das questões, que é a essência deste blog.

Falamos do texto ontem publicado sob o título “São outros os mártires da nação”, em que, pela necessidade de contestar o epíteto de “maior líder político do país” dado a Lula pelo próprio “instituto”, citamos outros que, ao contrário dele, merecem pelo menos a condição de líder.

Citamos Getúlio Vargas, da revolução trabalhista e infraestrutural que o Brasil conheceu a partir de 1930, e Juscelino Kubitschek, seguidor no que foi possível, no ano seguinte ao do suicídio de Vargas, do rumo desenvolvimentista e moderno do país.

A precipitação gerou uma injustiça, pois, entre os presidentes de que devemos nos orgulhar, está João Goulart, o Jango, que não foi um demagogo, mas o governante que propôs as reformas de base, e por elas foi derrubado, sendo o único presidente brasileiro a morrer no exílio, o que o distingue na tríade.

Imprimir Imprimir Enviar por e-mail Enviar por e-mail

Be Sociable, Share!

Comentários

Taciano Lemos de Carvalho on 5 Fevereiro, 2016 at 0:41 #

Salve!


Taciano Lemos de Carvalho on 5 Fevereiro, 2016 at 6:54 #

Jango, um presidente que não vendeu a alma. Nem para chegar lá e nem para ficar. Caiu em razão das suas virtudes. Por tentar fazer uma Nação brasileira para os brasileiros, e não para alguns poucos.

É, sim, um mártir da Nação brasileira. Um dos grandes!


luiz alfredo motta fontana on 5 Fevereiro, 2016 at 7:29 #

Não se pode olvidar a canalhice, Olga Benário é um fato, Getúlio, com seus laivos fascistas, jamais.

Esquecer essa mancha sobre o “herói” é vocação a “Petain”


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • Fevereiro 2016
    S T Q Q S S D
    « jan   mar »
    1234567
    891011121314
    15161718192021
    22232425262728
    29