“Quem se perdeu do amor humano é como tesoura cega/ Não tem mais direito ao pano”.

Música de Waltinho Queiroz e César Costa Filho, para cantar no Relógio de São Pedro, com Beth Carvalhho, sem trocar a alma pela palma!!!

BOA TARDE E BOM CARNAVAL

(Gilson Nogueira)

Be Sociable, Share!

Comentários

Taciano Lemos de Carvalho on 3 Fevereiro, 2016 at 14:32 #

Broco do Jacú, sem corda, sem frescuras, sem nada. Só alegria e energia. Velhos tempos dos carnavais da Bahia. Uma das suas músicas tinha um trecho meio malandro, meio malicioso, mas nada de imoral e esculachado.

Levava horas para, saindo do Campo Grande, chegar à Praça da Sé. Blocos, trios, farranchos, charangas, ultrapassavam o Jacú, que nem tava aí pras horas. Abria espaço para os outros passarem. E ‘ia na sua’, no seu ritmo. Do jeito que era gostoso.


Gilson Nogueira on 4 Fevereiro, 2016 at 11:23 #

Taciano, irmão do inesquecível Ivan, para você, um abraço azul turquesa, agora e sempre!!


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • Fevereiro 2016
    S T Q Q S S D
    « jan   mar »
    1234567
    891011121314
    15161718192021
    22232425262728
    29