Beleza em elevada potência para começar a sexta-feira no BP. Confira.
Vai para Cida Torneros, que anda sumida e fazendo falta por estas bandas.

BOM DIA!!!

(Vitor Hugo Soares)

DO PORTAL G1/ O GLOBO

Lama que vazou de barragem deve ter chegado ao sul da Bahia, diz Ibama

Laís Alegretti

Do G1, em Brasília

A lama de rejeitos de minério que vazou da barragem da Samarco – cujos donos são a Vale a anglo-australiana BHP Billiton – em Mariana (MG) deve ter chegado ao sul da Bahia, inclusive à região do arquipélago de Abrolhos, de acordo com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). Abrolhos é um dos principais santuários brasileiros de flora e fauna marinhos.

Em novembro, a ministra do Meio Ambiente, tinha dito que não havia expectativa de que a lama chegasse a Abrolhos. O rompimento da barragem da Samarco ocorreu em 5 de novembro de 2015 e causou uma enxurrada de lama no distrito de Bento Rodrigues, em Mariana, na região Central de Minas Gerais. A lama chegou ao mar pelo Rio Doce, depois de ter passado por municípios mineiros e do Espírito Santo.

Em entrevista nesta quinta, a presidente do Ibama, Marilene Ramos, afirmou que, devido ao vento, a mancha que estava se espalhando no litoral sul do Espírito Santo também foi para o norte e chegou até a região de Porto Seguro e Abrolhos, na Bahia.

“Hoje fizemos um sobrevoo na região das praias do sul da Bahia e do parque de Abrolhos e já registramos a presença de lama que, pelo aspecto visual, pela forma que foi avistada nesse sobrevoo, tudo indica que seja a própria mancha, bastante diluída, que está se estendendo ao longo do litoral do Espírito Santo”, disse.

Segundo ela, a Samarco foi notificada para iniciar a coleta de amostrar na região para conhecer a origem da mancha identificada no local. O resultado deve ser conhecido em cerca de dez dias, de acordo com Marilene. Ela disse, no entanto, que técnicos que conhecem o local “tiveram praticamente certeza” de que a lama visualizada é oriunda do desastre em Minas Gerais.

Por meio de nota, a Samarco informou que “vem apoiando o acompanhamento do comportamento da pluma de turbidez na região marinha, disponibilizando sistematicamente recursos como aeronaves e imagens de satélite”. De acordo com a nota, a empresa disponibilizou aos órgãos ambientais uma aeronave para sobrevoo até a região de Abrolhos para a avaliação da condição de dispersão de sedimentos.

A Samarco também informou que o material observado na região sul da Bahia é uma parte diluída da pluma, misturada aos sedimentos da foz do Rio Caravela e demais sedimentos da região.

O presidente do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Cláudio Maretti, disse que “muito provavelmente” a lama no litoral sul da Bahia é aquela oriunda do desastre em Minas Gerais. “A observação de campo dá indícios da conclusão de que, muito provavelmente, está ligado à lama do Rio Doce, que provém do desastre em Mariana”, disse.
saiba mais

Impactos

A presidente do Ibama afirmou que é “muito difícil” prever quanto tempo a mancha de lama levará para se dispersar. Segundo ela, isso depende de fatores como a chuva, a maré e os ventos.

“Acredito que vamos conviver com essa mancha por um longo tempo”, disse Marilene. O presidente do ICMBio disse que, do ponto de vista da biodiversidade, o que for reconstruído jamais será igual às condições originais. “Restabelecer a condição natural, isso nunca acontece”, afirmou Maretti.

Um dano imediato, de acordo com Cláudio Maretti, é a diminuição da fotossíntese da vegetação marinha devido ao fato de a água ficar turva. “É como se eu cobrisse uma fumaça em cima da Mata Atlântica e dificultasse a produtividade da folha das árvores e a produção de biomassa”, comparou. Segundo ele, o impacto que ainda não está comprovado é aquele que pode ser ocasionado devido aos sedimentos encontrados na lama.

Banho
Não há restrição em relação à visitação em Abrolhos e tampouco ao banho nas praias afetadas, segundo as autoridades. De acordo com Marilene Ramos, haveria risco se houvesse metais pesados, o que não foi verificado. Segundo ela, não há motivos para considerar que a água, mesmo com a mancha, seja tóxica. “Por isso não se está tomando medida de recomendar interrupção nas praias ou no parque de Abrolhos. Óbvio que onde a turbidez é elevada a própria norma diz que é desagradável o banho”, disse.


DEU NO BLOG O ANTAGONISTA

Uma licitação sob medida para Tiago Cedraz

O Antagonista alerta a juíza Karla Velloso para que não se prenda apenas à nebulosa desclassificação da MPE Engenharia, mas reveja todos os atos envolvendo a licitação para a operação do teleférico do complexo do Alemão.

O edital sofreu diversas modificações sem propósito, a comissão de licitação foi trocada e a data para apresentação das propostas foi adiada, beneficiando Tiago Cedraz.

Anunciada em março, a disputa estava marcada para 29 de abril.

Tiago Cedraz conseguiu criar em 13 de abril a empresa Providência Teleféricos, mas o prazo para a arrumar toda a documentação ficou apertado. O secretário estadual de Transportes do Rio, Carlos Osório, então adiou o processo para 21 de julho.


jan
08
Posted on 08-01-2016
Filed Under (Artigos) by vitor on 08-01-2016


Cau Gomez, no jornal A Tarde (BA)

jan
08

DEU NO BLOG POR ESCRITO (DO JORNALISTA LUIZ AUGUSTO GOMES)

Jogando no Bolsa

O crescimento real do salário mínimo é um avanço inquestionável do governo do ex-presidente Lula, após oito anos de arrocho praticada pelo governo Fernando Henrique Cardoso.

Nesse contexto, o Bolsa Família representou um importante apoio à política de ampliação da renda das camadas mais pobres da população, e nela tem seu mérito, também, FHC, que lançou as bases do programa.

Os dois lados jamais se entenderam. Dos tucanos, vinha a versão de que se tratava de assistencialismo eleitoreiro, sem mesmo a cobrança rigorosa da contrapartida da frequência escolar e vacinação das crianças beneficiadas.

Já os petistas, que não reconheciam no governo anterior o embrião do programa, preferiram a estratégia de terror, dando como certo que, caso o adversário voltasse ao poder, o cancelamento do Bolsa Família seria imediato.

Alguns anos e campanhas depois, expõe-se a flacidez de atos e opiniões sobre esse que, se Francelino Pereira ainda produzisse frases, seria “o maior programa social do Ocidente”. E para severa condenação de Aécio Neves, a presidente Dilma veta no orçamento de 2016 o reajuste aprovado pelo Congresso.

OPINIÃO

Cavalos desembestados

A propósito, este atual movimento por impeachment comporta um particularidade: é político na mais reles acepção da palavra.

É possível que a presidente Dilma tenha, ela que tão ciclista é, dado uma pedalada irregular, e seria o caso de depô-la… se estivéssemos, digamos, na Finlândia.

Entretanto, estamos no Brasil, num quadro – forçoso é repisar – que à queda da presidente corresponderia o assalto de novo tropel, ou, ainda que este fosse evitado, um destino altamente incerto.

  • Arquivos

  • Janeiro 2016
    S T Q Q S S D
    « dez   fev »
     123
    45678910
    11121314151617
    18192021222324
    25262728293031