Chico Liberato, entre Alba e Lia Robatto,
no Museu de Arte Moderna da Bahia


Boi Aruá:o premiado filme
de animação de Chico Liberato

DO JORNAL A TARDE E BAHIA EM PAUTA

Andrezza Moura

O artista plástico e cineasta Francisco Liberato de Mattos, de 79 anos, o Chico Liberato, foi internado no Hospital da Bahia, na noite de domingo, 22, após ser espancado por dois homens que invadiram a residência dele para roubar. Chico foi agredido até desmaiar.

(BAHIA EM PAUTA INFORMA: Um dos mais consagrados artistas plásticos da Bahia, pioneiro do cinema de animação no estado e no País (desenho animado). Membro fundador da equipe criadora da Jornada Baiana de Cinema, que originou a Jornada Internacional de Cinema da Bahia, dirigida por Guido Araújo, o artista Chico Liberato dirigiu também o Museu de Arte Moderna da Bahia (Solar do Unhão), criado pela arquiteta Lina Bardi depois da restauração do Unhão em 1959, cartão postal de Salvador e local referencial de encontro de artistas e intelectuais, administrado pela secreteria Estadual de Cultura. Chico, casado com a roteirista e poeta Alba Liberato, é pai da atriz Ingra Liberato.)

Felizmente, segundo informou a esposa do artista, Alba Liberato, o estado de saúde dele é estável. Segundo ela, apesar de estar com uma vértebra quebrada e escoriações no rosto e braço, o artista está bem psicologicamente.

“Ele tem que usar um colar cervical, mas está com bom astral, divertindo os enfermeiros. Falou que tem que ir logo embora para fazer outro filme”, revelou Alba, sorrindo.

No momento do crime, por volta das 19h, Liberato estava sozinho em casa, uma chácara na rua Mocambo, Trobogy, próximo à Estrada Velha do Aeroporto.

“Ele não quis sair comigo, disse que ia ficar pintando. Quando cheguei [às 20h30], ele estava ao telefone tentando pedir ajuda”, lembrou Alba, afirmando que, quando retornou, os suspeitos já tinham fugido.

O marido contou que, ao ouvir ruídos, pensou que algum conhecido havia chegado, mas logo foi abordado pelos homens, que queriam dinheiro. “Ele só tinha uns R$ 10, R$ 15 no bolso. Acho que ele reagiu. Mas disse que estava só se defendendo”, contou Alba.

Os criminosos pularam o muro da residência, que não possui cerca eletrificada. A chácara fica na rua principal do bairro.

Na tarde de segunda-feira, 21, uma das filhas do casal, a produtora Cândida Liberato, foi registrar ocorrência na 10ª Delegacia (Pau da Lima). Conforme informações da assessoria da Polícia Civil, além de Cândida, outros familiares e o caseiro já foram ouvidos.

Ainda de acordo com a assessoria, Chico Liberato e a esposa estão sendo aguardados pela delegada Ana Lúcia Gonçalves para dar mais informações sobre o crime. O artista ainda deverá fazer alguns exames para ver se será preciso passar por alguma intervenção médica.

=========================

BAHIA EM PAUTA se solidariza com Chico Liberato e Alba ( queridos amigos deste editor do BP e parceiros da Jornada de Cinema da Bahia desde a fundação. E espera que além de “aguardar novo depoimento” da vítima, a polícia baiana faça algo de concreto , efetivo e efetivo em termos de inteligência investigativa para identificar e prender os bandidos que invadiram a casa e atelier de trabalho de um dos maiores , mais premiados e admirados artistas e figura humana da Bahia. E o espancaram covardemente até deixa-lo desmaiado (talvez pensando que estivesse morto) antes de fugirem. Vamos esperar, e cobrar. (Vitor Hugo Soares, editor do BP)

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • dezembro 2015
    S T Q Q S S D
    « nov   jan »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    28293031