DEU NO BLOG POR ESCRITO (DO JORNALISTA LUIS AUGUSTO GOMES)

Medo de escuro

O brasileiro é o cidadão que mais tem medo de sair sozinho à noite, conforme pesquisa feita pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico em 36 países, entre os quais, na América Latina, Chile e México.

Se vivesse por aqui nos dias de hoje, Gonçalves Dias não poderia, como fez na Canção do Exílio, “cismar sozinho à noite”. Um assaltante ou uma bala perdida poderiam privar-nos definitivamente de sua poesia.

Imprimir Imprimir Enviar por e-mail Enviar por e-mail

Be Sociable, Share!

Comentários

luiz alfredo motta fontana on 11 novembro, 2015 at 10:20 #

A paz dos ditadores!

A rua deserta é oásis para os ditadores.
O fascismo recrudesce quando os logradouros públicos são transformados em áreas de risco.

Nada mais repugna um ditador que um cidadão livre e sem medo.

As praças, de minha infância e adolescência, ofendem os ocupantes dos palácios. Melhor deixá-las a ermo, desertas, quietas, no silêncio dos que se submetem.

Que meus desejos, devaneios, loucuras e acertos, caibam no capitulo da novela. Minhas angústias no jornal televisivo, minha energia consumida na pipoca do clássico regional.

A poesia?

Como?

O que?

Poesia não vota, desnuda a urna, revela intenções, melhor censurá-la.

Que a paz dos ditadores silencie os passáros.


luiz alfredo motta fontana on 11 novembro, 2015 at 10:46 #

O medo dos ditadores!

Suam frio, cerram os lábios, rogam pragas, gastam velas.

Assim, os ditadores, reagem, a cada noite de luar, a cada caminhar incerto de um poeta, a cada fuga breve de uma musa, a cada esgueirar de muros dos gatos vadios.

O temor os apequena.

Melhor o furto, o assalto, o estupro, o roubo seguido de morte, a morte estúpida na calçada. Ditadores adoram o crime, ele os redime, nutre a desesperança, embota os sonhos.

Em cada crime, um alivio, um renovar de prazos, para os mesmos déspotas.

Que poetas, gatos vadios, musas, corujas insones, inundem nossas praças.


regina on 11 novembro, 2015 at 12:22 #

Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • novembro 2015
    S T Q Q S S D
    « out   dez »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    30