DEU NO BLOG O ANTAGONISTA

A agenda do impeachment

Dilma ia passar o feriadão em Porto Alegre com o neto, mas mudou de ideia e voltou mais cedo para Brasília. Ela aproveitou para estragar também o feriado de Ricardo Berzoini e Aldo Rebelo, convocando ambos para uma reunião no Palácio da Alvorada.

O tema foi um só: impeachment, impeachment, impeachment. A petista já nem dorme mais.

Be Sociable, Share!

Comentários

luiz alfredo motta fontana on 12 outubro, 2015 at 8:19 #

Algo errado

Dilma, a tosca, preocupada com o tla do impeachment, não é mais notícia, é síndrome crônica.

Agora Fernando Baiano relatando a entrega de “bufunfa” para o dileto herdeiro de Lula, o alcunhado Lulinha,isto sim merece todas as pautas.

O capo de tutti capi, ao que parece, não só namorava a Rose, pelo que relata Fernando Baiano, era pai prestimoso.


jader on 12 outubro, 2015 at 8:43 #

Os “inside informations” do Mainardi são hilárias!!!! Uma delicia , como diria a Leda Nagle.


luis augusto on 12 outubro, 2015 at 9:07 #

O negociador Wagner não foi convidado?


vitor on 12 outubro, 2015 at 10:41 #

Luis:

Pelo que diz O Antagonista, Wagner não participou da reunião . Especulo:Em razão do imprevisto, talvez o articulador não estivesse por perto ou em condições de comparecer para articular alguma coisa.Andará por Andaraí? Responda quem souber.


luiz alfredo motta fontana on 12 outubro, 2015 at 12:33 #

Fica a dúvida, Caro VHS, Teria Wagner atendido a um chamado de seu verdadeiro e venerado patrão?

Fernando Baiano faz estragos no verdadeiro núcleo duro do poder, Dilma é apenas plantonista, confusa, delirante, a caminho do ocaso.


Taciano Lemos de Carvalho on 12 outubro, 2015 at 13:03 #

Ouvir Wagner? Para quê?


luiz alfredo motta fontana on 12 outubro, 2015 at 14:06 #

A crônica policial ensina que nada mais efetivo para o desmantelamento de organizações criminosas do que os embates entre facções.

A Suíça detém quase 1 bilhão de reais em, 100 contas congeladas ligadas ao evento lava jato.

Janot até agora, preocupou-se com 4, alvejando Cunha, o que se compreende, afinal foi reconduzido depois meses de expectativa pela arqui-inimiga do deputado.

Teremos emoções em 2016, após o desenlace do caso Cunha, afinal Janot, querendo ou não, terá de dar seguimento, mesmo que moroso aos outros investigados.

Até pela simples razão, que eles estarão em tiroteio interno, cada qual buscando no crime do outro a redenção.

A diversão será apostar em quem precederá quem, certamente sequência ditada pela prudência prenhe de gratidão de Janot, atropelada aqui e acolá pelos embates intestinos.

Salvar-se -ão muitos, o nosso sistema, especialmente quando togado, favorece, a morosidade é plena e aconchegante.

Assim a torcida e as apostas serão o que nos resta.

Algum dia foi diverso?


jader on 12 outubro, 2015 at 17:24 #

Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos