DEU NO BLOG POR ESCRITO ( DO JORNALISTA LUIS AUGUSTO GOMES)

OPINIÃO

Destino de Lula é de D. Sebastião caboclo

É improvável, como apontam algumas análises, que a atuação do ex-presidente Lula nas últimas semanas, em articulação que aparentemente aliviou a crise política, seja uma etapa do plano de voltar à presidência da República em 2018.

Lula chegou ao governo em 2003, depois de três tentativas, derrotando um sistema de poder que, embora com realizações importantes para o país, havia esgotado sua capacidade de avançar e, sobretudo, mantinha uma política de arrocho salarial que se tornara insuportável.

Portador, enfim, da tão decantada esperança que o povo brasileiro alimentava naquela época, o presidente, evidentemente, não correspondeu às bandeiras com que acenara à nação, comandando, de um lado, um governo altamente corrupto, e, de outro, fazendo da assistência social direta num país de miseráveis mecanismo de compra do voto.

Seu último ato no poder foi delegar uma sucessora que pudesse controlar, o que não ocorreu plenamente até que a presidente Dilma se viu enredada nas malhas tecidas a quatro mãos em doze anos. Nesse momento, ele volta à cena para quê? Para oferecer ao Brasil o mesmo que nós temos tido e que nos levou a isto.

Fala-se em fênix ressuscitando das cinzas quando o que se apresenta não passa de descarado clientelismo e, sobretudo, de irresponsabilidade, pelo joguete público com setores vitais da vida nacional, como a educação e a saúde, dispostas e entregues na conta de mercadorias das mais ordinárias.

Mas, ainda que seja restaurado com Lula o mito do sebastianismo, do rei português desaparecido em batalha que voltaria para redimir seu povo, no caso brasileiro o soberano fantasma, antes da aparição, teria a dar explicações para as quais não estaria convenientemente embasado e das quais desde agora tenta fugir.

Os “sinais” de que prepara uma rentrée luminosa, “se for necessário”, podem ser debitados à natureza de blefador que o ex-presidente não abandona e que, embora seja uma “qualidade” em políticos, Lula a tem exageradamente. Assim como o monarca de Alcácer-Quibir, ele será apenas uma lembrança.

Be Sociable, Share!

Comentários

vangelis.a on 5 outubro, 2015 at 23:29 #

REVISOR DA MANCHETE:
– Presidente…


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos