O ex-técnico da seleção de Portugal, o brasileiro Luiz Felipe Scolari, o Felipão, regularizou finalmente, depois de anos de pendência, a sua complicada situação de contribuinte perante o fisco de Portugal, pagando o que devia por pagamentos recebidos a título de direitos de imagem entre 2003 e 2007.

O caso está resolvido, segundo um comunicado emitido esta terça-feira, 29. pelo Ministério Público, que por isso ddeu por concluida a investigação que corria sobre Scolari.

“O Ministério Público concluiu a investigação relacionada com a ausência de declaração, para efeitos fiscais, de montantes recebidos por Luiz Felipe Scolari, a título de direitos de utilização de imagem. Os fatos remontam ao período compreendido entre 2003 e 2007, durante o qual o arguido tinha domicílio fiscal em Portugal. Findo o inquérito, o Ministério Público considerou que os elementos de prova recolhidos indiciavam a prática pelo arguido dos crimes de fraude fiscal”, lê-se no texto do Departamento Central de Investigação e Ação Penal da Procuradoria-Geral da República.

O comunicado acrescenta que os três milhões de euros são relativos “ao pagamento do imposto em dívida, acrescido de juros de mora e de uma injunção”.

(Com informações do portal europeu de notícias TSF)

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • setembro 2015
    S T Q Q S S D
    « ago   out »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    282930