Novo “round” no conflito Solla-Vilas Boas

Pode resultar em incêndio a qualquer momento o curto-circuito entre o secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas Boas, e seu antecessor, o hoje deputado federal Jorge Solla (PT), o que daria para contaminar até as relações entre o ex-governador Jaques Wagner e o atual, Rui Costa.

Ontem, Vilas Boas, em fato possivelmente inédito na política baiana, teve na Assembleia Legislativa uma reunião com a bancada da oposição, na qual se tratou do projeto que cria os consórcios de saúde a serem constituídos entre o Estado e municípios.

A reunião foi proposta pelo vice-líder Pablo Barrozo (DEM), que tenta, com os colegas da minoria, a aprovação de emendas para evitar que ocorra, como afirmou em discurso da tribuna, “o infeliz desvio de dinheiro público” de alguma das partes futuramente signatárias.

A questão é que, há cerca de 15 dias, conforme noticiado neste blog, Barrozo atacou duramente a Fundação Estatal Saúde da Família, criada em 2009 pelo governo Wagner, que teria consumido R$ 200 milhões sem, segundo o parlamentar, resultados visíveis. Imagina-se, nos arraiais sollistas, que Vilas Boas está municiando os adversários.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • setembro 2015
    S T Q Q S S D
    « ago   out »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    282930