Deu na coluna Boa Terra, do jornalista Valdemir Santana, na edição impressa da Tribuna da Bahia.Bahia em Pauta recomenda dupla e vivamente:Pela biografia em si, escrita por Symona Gropper, brilhante jornalista de texto primoroso (colega, amiga e companheira de viagem em longa e honrosa travessia na sucursal do Jornal do Brasil), e pelo biografado Diógenes Rebouças, revolucionário mestre da arquitetura baiana e nacional. Bravo!!!

(Vitor Hugo Soares)
———————————————

Noite de glória para Rebouças no TCA

Quando Symona Gropper foi transferida do Rio de Janeiro para Salvador pelo “Jornal do Brasil” como uma das profissionais de maior destaque no país, ela ajudou a mudar muito a mídia local. Hoje, a partir das 18 horas, é a noite de festa em que a jornalista de origem romena mostra passo a passo o talento de um arquiteto que mudou radicalmente o estilo da arquitetura baiana, com o lançamento da biografia de Diógenes Rebouças, no foyer do “Teatro Castro Alves”.

O livro, editado pela “Assembleia Legislativa da Bahia”, detalha o trabalho do arquiteto que projetou marcos de Salvador como o “Hotel da Bahia’. E ajudou a introduzir no Brasil ideias revolucionárias como o dramático senso de design nas grandes estruturas, do italiano Píer Luigi Nervi. O lançamento do livro “Diógenes Rebouças – O arquiteto da Bahia”, que faz parte da série “Coleção Gente da Bahia”, tem uma dinâmica tão intensa quanto o trabalho do arquiteto.

Antes da sessão de autógrafos é feita uma mesa-redonda para debater sobre os trabalhos que o arquiteto deixou em Salvador e Itabuna, antes de morrer em 1994. Os participantes fazem também uma visita guiada pela exposição “Diógenes Rebouças – cidade, arquitetura, patrimônio”, organizada por Nivaldo Andrade no foyer do TCA.

Be Sociable, Share!

Comentários

vangelis.a on 31 agosto, 2015 at 23:13 #

Eita zorra! O Professor Diógenes nasceu em 1914. Se tivesse morrido em 1944 não teria chegado aos 80 anos…
hahahahahahaha


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos