“Uno está tan solo en su dolor,
Uno está tan ciego en su penar,
Pero un frío cruel, que es peor que el odio,
Punto muerto de las almas,
Tumba horrenda de mi amor,
Maldijo para siempre y me robô
Toda ilusión”…

Um dos mais belos e completos tangos portenhos (composição dos magníficos Enrique Santos Discépolo / Mariano Mores) na opinião e no sentimento deste editor do BP

BOM DIA!!!

(Vitor Hugo Soares)

Be Sociable, Share!

Comentários

Laura Dourado Tonhá on 21 agosto, 2015 at 22:03 #

Maravilhoso Uno Tio Vitor! Esta música sempre me lembra vc, mas estou ouvindo aqui em casa, nesta noite de sexta-feira, tomando uma cerveja gelada com Edson p/ concluir bem a semana… e a música, recordou-me, saudosamente, de nós juntos, abril deste ano, na bela e única Buenos Ayres… ouvindo Uno e outros tangos magníficos. Beijo grande!


vitor on 21 agosto, 2015 at 22:57 #

Tim Tim, Laurita e Edson. Cantemos juntos outro tango magistral: “Mi Bueno Aires, querido, quando yo te vuelva a ver, no habrá mas pena ni olvido”.


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos