ago
11
Postado em 11-08-2015
Arquivado em (Artigos) por vitor em 11-08-2015 13:05

Deu no Raio Laser, bem informada e informativa coluna política da Tribuna da Bahia, em sua edição impressa desta segunda-feira, 11.

Qual o destino do parque?

Muito se fala sobre o futuro do Parque de Exposições de Salvador. Setores do governo defendem que o local dê espaço a uma arena multiuso, voltada para a realização de shows e entretenimento, com transferência do setor de exposições agropecuárias para Feira de Santana, maior cidade do interior do estado. Já outra parte do governo, quer a manutenção do agronegócio como carro-chefe do local. No meio dessa queda de braço, o secretário de Agricultura do Estado, Paulo Câmera, é enfático ao afirmar que o Parque da capital é a casa da agropecuária baiana. Ontem, inclusive, ele soltou nota para a imprensa afirmando que não existe nenhum acordo com a Secretaria de Turismo que vise expulsar os criadores e suas sedes de lá.

Discussão

Segundo o secretário, ele tem discutido com as associações de criadores as intervenções que serão feitas no local e que não há nada definido ainda. “Asseguro que estamos trabalhando para ter um espaço multiuso, funcionando diariamente, preservando sempre os eventos da agropecuária”. Paulo Câmera explicou ainda que a convivência da agropecuária com a música sempre foi pacífica no Parque de Exposições, e que agora, de forma democrática, abre espaços para a realização de eventos antes realizados no Centro de Convenções, suprindo a falta desse espaço”.

Be Sociable, Share!

Comentários

Taciano Lemos de Carvalho on 11 agosto, 2015 at 15:37 #

Cheirando a especulação (mais para o futura, mas especulação) imobiliária. Preparando, literalmente, o terreno.


vitor on 11 agosto, 2015 at 16:31 #

Você enxerga longe, Taciano.Parece transmissão de pensamento.Terrenão!!!Um arranjo e tanto! Joga as exposições do agronegócio para Feira de Santana (novo eldorado petista na Bahia) e ainda acaba com o Festival de Verão da TV Bahia! Amaldiçoado seja quem pensar mal dessas coisas, diriam os franceses.


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos