DEU NO BLOG POR ESCRITO (DO JORNALISTA LUIS AUGUSTO GOMES)

Política e defesa

A coluna da revista Veja Radar, denominação que logo remete a negócios belicosos, como submarinos nucleares e caças supersônicos, publica, como é de hábito dela e de outras similares, especulação das mais intrincadas.

O ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro, estaria em articulação com o ministro Jaques Wagner aparentemente para segurar-se no cargo, objetivo deixado implícito pelo texto.

Neste clima que, com todo respeito, poderia ser definido como de barata-voa, Janine conta com a suposta força do ex-governador baiano com Lula e Dilma para poder enfrentar o secretário-executivo Luiz Cláudio Costa, homem de Aloizio Mercadante.

Vamos considerar, primeiro, que seja verdade. A que estado estamos reduzidos! Estado, aí, no sentido verbal e no institucional. Nosso mais caro tesouro – a educação – está sujeito a injunções que envolvem o ministro da Defesa.

Nem precisava que tivesse nome. Qualquer que fosse o ocupante daquele cargo, por comandar as Forças Armadas, deveria estar voltado para os legítimos interesses do país: a guarda da Constituição e a soberania nacional.

Se for mentira, recomenda-se ao elaborador de tão detalhada história candidatar-se à profissão mais lucrativa de autor de folhetins, sem prejuízo de que viesse a responder por informação deliberadamente falsa.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos