DEU NO BLOG POR ESCRITO ( DO JORNALISTA LUIS AUGUSTO GOMES)

Educação e corrupção, rimas sem solução

O nome é pomposo – Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação –, mas o Fundeb se revela, também e especialmente na Bahia, onde 25 municípios são investigados, apenas mais um cofre público do qual gestores e operadores subtraem dinheiro.

No presente caso, literalmente, recursos que representam o futuro do país, pois se destinam, entre outros investimentos, a garantir, na primeira faixa de estudo da criança brasileira, planos de cargos e salários para docentes e outros servidores, atualização pedagógica e aquisição de sistemas de apoio à educação.

A Polícia Federal expôs o esquema profissional de licitações fraudulentas para “projetos” que nem saíram do papel ou nunca foram concluídos. Com prefeitos e secretários, a quadrilha forjava editais, orçamento e contratos, vendendo por até R$ 400 mil programas de informática que em lojas custam R$ 3 mil.

O Águia e o Patriarca

A operação policial foi batizada Águia de Haia, mas a PF não esclareceu se se trata de uma homenagem ao ínclito baiano Ruy Barbosa, autor da “Oração aos Moços”, ou é apenas referência indireta a um dos municípios onde foram cumpridos mandados de prisão e apreensão de documentos.

Vale notar uma possível preocupação dos federais em realçar nomes do Império, pois o prefeito de Ruy Barbosa, cujo filho teria sido preso, é, justamente, José Bonifácio (PT), xará do Patriarca da Independência. Os dois vultos históricos, no entanto, não foram contemporâneos, pois Bonifácio morreu 11 anos antes de Ruy nascer.

Dupla retaguarda

Embora ainda não esteja claro se alguma acusação pesa pessoalmente sobre o deputado Carlos Ubaldino (PSD), cujo gabinete foi vasculhado por agentes da PF, ele parte com vantagem nessa contenda: tem duas Assembleias para apelar, a Legislativa e a de Deus.

Palcos da investigação

Por ordem alfabética, os 25 municípios onde transcorre a ação da PF, sabendo-se que em 18 deles, não revelados, é que foram constatadas irregularidades:

Água Fria, Buerarema, Camacam, Camaçari, Camamu, Capela do Alto Alegre, Cipó, Cotegipe, Feira de Santana, Ibirapitanga, Ilhéus, Itabuna, Itapicuru, Livramento de Nossa Senhora, Mairi, Mirangaba, Nova Soure, Paramirim, Ribeira do Pombal, Ruy Barbosa, São Domingos, Salvador, Teixeira de Freitas, Uauá e Una.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos