Políticos nada têm a fazer no 2 de Julho

O uso político do desfile do 2 de Julho normalmente é reduzido nos anos sem eleições, mas, nesse aspecto, a perspectiva para o desta quinta-feira, nos 192 anos da Independência da Bahia, é de maior esvaziamento.

Aliada à inexistência de candidatos e à descrença de que partidos queiram levar às ruas sua “mensagem institucional”, está a crise que atinge profundamente a política brasileira, derrubando o pouco prestígio que ainda poderia restar a alguns dos seus atores.

Fora as autoridades que têm o dever protocolar de demonstrar civismo, como governador, prefeito e presidentes dos Legislativos, será muito masoquismo ou falta de noção ir lá para tomar chuva e vaias – e outros infortúnios eventuais.

Partidos anunciam participação

Entretanto, há partidos que anunciam a participação no cortejo, que nasceu cívico e tornou-se político por obra da ditadura, por ter deixado a população praticamente sem nenhum canal de expressão.

O PPS está com concentração marcada para as 8 horas no Largo da Lapinha, tendo seu presidente, vereador Joceval Rodrigues, entoado o discurso: “Todos os anos o povo segue com o grito de liberdade contra outras mazelas da nossa Bahia e do Brasil”.

O presidente do PDT, deputado Félix Mendonça Júnior, não fica atrás ao anunciar a presença no desfile e convidar os correligionários: “Os ideais de liberdade e soberania que inspiraram o 2 de Julho de 1823 permanecem vivos”.

Enquanto isso, o blog Politicando, de Floriano Torres, um antigo filiado que geralmente publica notícias relativas ao partido, informa que A militância do PDT, formada por grupos diversos dentro da legenda, não irá este ano às ruas “diante da disputa interna pelo comando”.

Matéria vencida

A nota do blog refere-se, naturalmente, às divergências entre Félix Jr. e o deputado Marcelo Nilo, presidente da Assembleia Legislativa, o qual, no entanto, já praticamente selou sua saída do PDT, embora não possa dizer com certeza para onde irá.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos