jun
20

CLUBE DE ESQUINA

Por que se chamava moço
Também se chamava estrada
Viagem de ventania
Nem lembra se olhou prá trás
A primeiro passo asso asso …
Por que se chamavam homens
Também se chamavam sonhos
E sonhos não envelhecem
Em meio a tantos gases lacrimogênios

Ficam calmos calmos calmos…
E lá se vai
Mais um dia
ah ah…
E basta contar compasso
E basta contar consigo
Que a chama não tem pavio
De tudo se faz canção
E o coração na curva de um rio rio rio rio…
De tudo se faz canção
E o coração na curva de um rio …
E lá se vai…
mas um diaaa
E o rio de asfalto e gente
Entorna pelas ladeiras
Entope o meio fio
Esquina mais de um milhão
Quero ver então a gente gente gente..

=================================
ETERNIDADE PARA BRANT.

BOA TARDE JANIO FERREIRA SOARES, EM PAULO AFONSO, NO SERTÃO DO RIO SÃO FRANCISCO (O RIO DA NOSSA ALDEIA), E A TODOS OS LEITORES E OUVINTES DO BP NESTA TARDE JUNINA.

(Vitor Hugo Soares)

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos