OPINIÃO

DEU NO BLOG POR ESCRITO (DO JORNALISTA LUIS AUGUSTO GOMES)

A prevalência do caciquismo

Chega a ser enfadonho o noticiário recorrente sobre as possíveis movimentações do prefeito ACM Neto, que já incluíram o PDT, PMDB, PSDB, PSB e até siglas que resultassem das fusões e confusões do quadro partidário brasileiro.

Imagine-se Neto assinando a ficha de um desses partidos. À exceção do PDT, onde parece ter fincado uma cabeça-de-ponte, nos demais teria de enfrentar pela liderança, no plano local, caciques tradicionais, num processo de duvidosa conciliação, além das peculiaridades municipais a acomodar.

Somente uma coisa é certa nessa barafunda: termina em setembro de 2015 o prazo para o prefeito, se o pretende, filiar-se a outra legenda a tempo de participar do pleito de 2 de outubro do próximo ano, no qual tentaria a reeleição.

Ocorre que, para tal finalidade, o DEM é um local seguro, que não representa o menor problema para Neto no horizonte próximo. Assim, é de se inferir que, a dar um triplo mortal sem rede, ele preferirá o conforto atual, que não se alteraria mesmo que, por exemplo, o partido incorporasse o PTB ou o PPS.

Uma nova filiação agora só seria factível dentro de um projeto partidário sólido, com o olhar mais amplo para o futuro, o que não se vislumbra – as criações e refundações partidárias, no momento, mais se inserem no oportunismo e no interesse imediato.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos