DEU NO BLOG POR ESCRITO (DO JORNALISTA LUIS AUGUSTO GOMES)

De cortar o coração

A Polícia Militar instaurou o tradicional “rigoroso inquérito” para apurar o episódio em que o tenente Wilson Santos, friamente, matou a tiros um cachorro, em Teixeira de Freitas, sob a alegação de que urinara em seu gramado.

Independentemente dos fatos que possam vir a ser levantados na investigação, quem assistiu ao vídeo já tirou uma conclusão: trata-se de indivíduo totalmente incapacitado para o serviço público e para o uso de arma.

jun
16
Posted on 16-06-2015
Filed Under (Artigos) by vitor on 16-06-2015


Olacyr: Um visionário e cortejador do centro-oeste

Deu no G1/ O Globo

O empresário paulista Olacyr de Moraes, conhecido como “rei da soja”, morreu na manhã desta terça-feira, em São Paulo. Ele sofria de câncer no pâncreas e foi velado no Hospital Israelita Albert Einstein, de onde o corpo foi levado às 11h. O falecimento foi informado em nota no site oficial do empresário:

“É com profunda tristeza que comunicamos o falecimento do empresário Olacyr de Moraes, 84 anos, na manhã desta terça-feira, 16 de junho de 2015, às 3:40 horas da manhã na cidade de São Paulo. Olacyr lutou bravamente contra um câncer de pâncreas descoberto no início de 2014 mas acabou sucumbindo à doença”.

No Congresso, o senador Blairo Maggi (PR-MT), um dos maiores produtores de soja do Brasil, lamentou a morte do amigo.

— Olacyr foi um visionário que acreditou no potencial do centro-oeste, quando ninguém mais acreditava ser um solo apropriado para o cultivo de grãos. Perdi um amigo e o Brasil um grande homem — disse Blairo Maggi.

A RAÇA HUMANA

GILBERTO GIL

A RAÇA HUMANA É

UMA SEMANA

DO TRABALHO DE DEUS

A RAÇA HUMANA É A FERIDA ACESA

UMA BELEZA, UMA PODRIDÃO

O FOGO ETERNO E A MORTE

A MORTE E A RESSURREIÇÃO
((REFRÃO))

A RAÇA HUMANA É O CRISTAL DE LÁGRIMA

DA LAVRA DA SOLIDÃO

DA MINA, CUJO MAPA
D
TRAZ NA PALMA DA MÃO
((REFRÃO))

A RAÇA HUMANA RISCA, RABISCA, PINTA

A TINTA, A LÁPIS, CARVÃO OU GIZ

O ROSTO DA SAUDADE

QUE TRAZ DO GÊNESIS

DESSA SEMANA SANTA

ENTRE PARÊNTESES

DESSE DIVINO OÁSIS

DA GRANDE APOTEOSE

DA PERFEIÇÃO DIVINA

NA GRANDE SÍNTESE

A RAÇA HUMANA É
UMA SEMANA
DO TRABALHO DE DEUS

A RAÇA HUMANA É

UMA SEMANA

BOA TARDE!!!

DEU NA TRIBUNA DA BAHIA

Aparecido Silva

Liquidação do partido

O ex-ministro de Ciência e Tecnologia do governo Luiz Inácio Lula da Silva, Roberto Amaral, é um dos quadros mais tradicionais do Partido Socialista Brasileiro (PSB) e não corrobora com a ideia de ter em suas fileiras o prefeito de Salvador, ACM Neto, que é cria do DEM e está articulando um novo destino partidário para galgar postos maiores na política estadual e até nacional. Recentemente, o deputado federal e líder do PSB na Câmara dos Deputados, Beto Albuquerque, convidou, segundo a revista Época, o democrata soteropolitano para integrar o time socialista. Antes disso,já havia sido especulada a possibilidade de o prefeito ir para o partido resultante da fusão do PPS com o PSB, mas a articulação perdeu força.

Nesse último fim de semana, Amaral, que abandonou a presidência nacional do PSB em outubro do ano passado por não concordar com o apoio dado por seu partido ao então candidato à Presidência da República, Aécio Neves (PSDB), disse que só o ato de convidar Neto para o PSB já se trata de uma deslealdade. “Trata-se de uma felonia, essa tentativa que, apenas como tentativa, já é uma bofetada no rosto de cada uma e de cada um dos militantes brasileiros e principalmente baianos. Trata-se de desrespeito aos que lutaram na Bahia contra o banditismo e o autoritarismo de ACM, antes, principalmente durante, mas também depois da ditadura”, argumentou o socialista em nota dirigida aos militantes do PSB e publicada em sua página na internet.

Amaral sempre defendeu um posicionamento de aliado ao PT, inclusive foi contrário à decisão do partido durante o lançamento de candidatura para presidente no ano passado. No início desse mês de junho, o ex-dirigente foi nomeado pela presidente Dilma Rousseff para o cargo de conselheiro da usina binacional de Itaipu, onde receberá mais de R$ 20 mil por uma função que exige uma reunião a cada dois meses.

A tentativa de Albuquerque de levar ACM Neto para o PSB foi interpretada pelo socialista como uma tentativa de destruição do partido. “Como se vê, permanece forte e poderosa a tentativa de destruir nosso partido, por dentro, revolvendo suas entranhas, manchando sua história, desmoralizando seu projeto, rasgando seu programa, agredindo sua militância. Só a notícia de que ACM foi convidado, já é desgastante. Os liquidacionistas perderam a batalha da fusão, mas prosseguirão até realizar o projeto de acabar com o último partido socialista atuando na política brasileira, se não reagirmos”, diz Amaral, que pede ainda aos militantes que se pronunciem protestando junto à direção nacional “de sorte a estancar outras iniciativas, pois outras virão”. Ele também citou uma declaração da senadora baiana Lídice da Mata de que “o ‘tampinha’ entra por uma janela e ela sai pela porta da frente com toda a militância”. “Todo apoio aos socialistas da Bahia”, arrematou.

O prefeito ACM Neto reagiu ao ataque com ironia ao ser questionado ontem sobre as declarações do socialista. Durante o ato de assinatura da ordem de serviço para início das obras de requalificação da orla do Rio Vermelho, em Salvador, o democrata fez até deboche: “Eu nem sabia que ele estava mais fazendo política”.

O destino partidário do prefeito ACM Neto vem sendo especulado e entre as opções que mais se sobressaem atualmente são o PMDB e o PSDB. Geddel Vieira Lima, presidente da sigla peemedebista na Bahia, já disse que está aberto para conversas. Anteontem, os deputados federais do PSDB Antônio Imbassahy e João Gualberto fizeram o convite ao democrata durante a convenção tucana que elegeu o ex-prefeito de Mata de São João para presidir a legenda na Bahia.

jun
16
Posted on 16-06-2015
Filed Under (Artigos) by vitor on 16-06-2015


Rachel Dolezal em uma foto tirada em sua casa, em Spokane.


Dolezal:garota no album de família
/ Colin Mulvany (AP)

DO EL PAIS

Cristina F. Pereda

De Washington

Rachel Dolezal intrigou os Estados Unidos durante três dias sobre sua verdadeira identidade. A presidentE da NAACP (Associação Nacional para o Progresso das Pessoas de Cor) em Washington não tinha mudado de nome, mas de raça. Ou, pelo menos, de identidade racial. Uma mudança que culminou com sua renúncia depois de provocar um intenso debate sobre o que a havia levado a declarar publicamente que é negra, quando não é.

A protagonista do escândalo foi descoberta por seus pais, que disseram que ela não tem nenhum vestígio de raça negra em seu DNA e, como eles, descende dos mesmos ancestrais tchecos e alemães que lhe deram cabelos loiros e olhos azuis. A organização para a qual trabalha, o grupo mais experiente na luta pelos direitos civis dos afro-americanos nos EUA, apoiou o seu trabalho desde o início.

Na segunda-feira, Dolezal cancelou uma aparição pública horas antes de anunciar sua renúncia em um comunicado. Nele, a ex-presidente lamenta que, apesar dos desafios enfrentados pela comunidade afroamericana no país, “o debate tenha dado uma guinada para se concentrar em sua identidade pessoal no contexto da definição de raça e etnia”.

A presidente estava imersa em uma batalha legal pela custódia de um de seus quatro irmãos adotivos, todos eles afro-americanos, que a havia afastado de seus pais há mais de dois anos. Em meio a essa batalha, seus pais decidiram revelar a verdadeira identidade de Dolezal, mostrando uma foto de sua adolescência, quando ela tinha cabelo loiro.

Sua imagem atual é o que levou muitas pessoas a indagar as razões dessa mudança de imagem. Além das dúvidas sobre suas tranças ou como escureceu a cor de sua pele, ainda permanece um intenso debate sobre o significado da raça e da identidade racial. De colunistas a usuários de redes sociais, muitos afirmaram que a identidade “negra” tem a ver, mais do que com a cor da pele de uma pessoa, com sua experiência.

A NAACP afirmou neste fim de semana que a raça não qualifica ou desqualifica um profissional para liderar a organização e que sempre depende de sua trajetória. E é isso que muitas vozes colocaram em dúvida nos últimos dias: se a experiência pessoal de Dolezal é suficiente para que ela se identifique como uma pessoa negra.

Dolezal cresceu em Montana e em Mississippi com seus quatro irmãos adotivos e, de acordo com seus pais, sempre mostrou interesse pelas minorias raciais, chegando a fazer mestrado na Howard University, uma instituição de ensino em Washington onde a maioria dos alunos são negros. Mais tarde ela se casou com um afro-americano, com quem teve um filho, e depois se divorciou. Nos últimos anos ela também trabalhou como professora de estudos afro-americanos e recebeu várias ameaças de grupos supremacistas brancos desde que está à frente da NAACP em seu Estado.

Apesar da renúncia de Dolezal, a agora ex-presidenta é a única pessoa a ter as respostas para todas as perguntas levantadas pela revelação de sua identidade. Ela disse que só dará explicações à sua organização. Mas esse estranho caso, praticamente sem precedentes –é mais frequente que pessoas negras se identifiquem como brancas–, contribuiu para que os EUA iniciassem um debate sobre o verdadeiro significado da raça, a apropriação das identidades raciais e a discriminação.


FRANK SINATRA E UM BOM DIA MUNDIAL!

(Gilson Nogueira, direto da Carolina do Norte (USA)

DEU NO BLOG POR ESCRITO ( DO JORNALISTA LUIS AUGUSTO GOMES)
Leite derramado

Viu-se no congresso do PT em Salvador que o partido não quer fazer autocrítica coisa nenhuma, embora fale em recuperar o prestígio.

Para economizar sociologia política, diremos apenas que o PT não recuperaria o prestígio nem que expulsasse todos os comprovadamente corruptos e os banisse da convivência partidária.

Restaria, possivelmente, uma minoria pouco expressiva, que teria de remar muito para não chegar a lugar nenhum, pelo menos nos próximos 20 anos.

CPMF

Ao fim e ao cabo, o que sobrará do encontro petista? A proposta inexequível de aumento de impostos.

Oficialmente, o partido dirá em documento dos seus objetivos de “combate à corrupção”, “campanha por uma reforma política ampla” e “alianças políticas que garantam a identidade programática”.

Porta-restante

Há, no entanto, a possibilidade de a Carta de Salvador ser extraviada.

jun
16
Posted on 16-06-2015
Filed Under (Artigos) by vitor on 16-06-2015


Sid, no portal de humor gráfico A Charge Online


Papa Francisco quer reformas na comunicaçãonos do Vaticano
Foto: Dado Ruvic / Reuters

DEU NO DIÁRIO DE NOTÍCIAS (DE LISBOA)

O Vaticano prepara-se para fazer uma reforma em profundidade nos seus órgãos de comunicação social. Chris Patten, político conservador britânico e antigo diretor da BBC Trust, foi o homem escolhido para liderar a nova estratégia de comunicação da igreja católica. O principal objetivo passa por torná-la mais eficiente e moderna.

“Seria estranho se o Vaticano fechasse os olhos à forma como os outros grupos de media estão sendo geridos desde a segunda década do século XXI”, declarou Chris Patten, citado pelo site católico catholicherald.co.uk.

A comissão de reforma dos órgãos de comunicação social do Vaticano, liderada por Chris Patten, tem feito reuniões regulares em Roma desde setembro de 2014. A partir desses encontros foi redigido um relatório com algumas recomendações. Uma delas passa por não emitir informações de forma redundante por forma a tornar este serviço mais eficiente. “As pessoas não podem pensar que o fato de terem um emprego garantido seja sinônimo de que vão fazer a mesma coisa para o resto das suas vidas”, esclareceu Patten.

  • Arquivos