DEU NO BLOG O ANTAGONISTA (DOS JORNALISTAS MARIO SABINO E DIOGO MAINARDI)

Pegaram Lula

Leiam o que o Estadão acaba (9/6) de publicar:

“A Camargo Corrêa pagou R$ 3 milhões para o Instituto Lula e mais R$ 1,5 milhão para a LILS Palestras Eventos e Publicidade, de Luiz Inácio Lula da Silva, entre os anos de 2011 e 2013. É a primeira vez que os negócios do ex-presidente aparecem nas investigações da Operação Lava Jato, que apura um esquema de cartel e corrupção na Petrobrás com prejuízo de R$ 6 bilhões já reconhecidos pela estatal.

“São três pagamentos de R$ 1 milhão cada registrados como “Contribuições e Doações” e “Bônus Eleitoral” para o Instituto, aberto por Lula após ele deixar a Presidência da República, em 2011. A revelação sobre o elo da empreiteira – uma das líderes do cartel alvo da Lava Jato – com Lula consta do laudo 1047/2015, da Polícia Federal, anexado nesta terça-feira, 9, nos autos da investigação.”

Finalmente.

Be Sociable, Share!

Comentários

Jader on 10 junho, 2015 at 13:40 #

Taciano Lemos de Carvalho on 10 junho, 2015 at 14:56 #

Cada dia que passa fica mais cristalina a igualdade de Lula a FHC. Irmãos siameses esses partidos. Brigam, mas são iguais.


Carlos Volney on 10 junho, 2015 at 15:41 #

Alvíssaras!!
Até que enfim surge alguém que pensa como eu no que toca à identidade entre Lula e FHC.
Até aqui só Graça Azevedo pensava igual.
Se bem que eu hoje ache que Lula é bem mais farsante. E eu que achava que ninguém jamais superaria o FHC. Mas é vivendo e aprendendo.
Minhas congratulações, Taciano.


luiz alfredo motta fontana on 10 junho, 2015 at 15:59 #

Caro Volney

Este poeta arrisca a discordar!

Só a Graça?

De birra, enquanto renovo o copo baixo em gelo reproduzo aqui:

————————

Blog do Noblat

A palavra do leitor – Luiz Alfredo Motta Fontana
23.11.2007 11:24
Siameses!

PT e PSDB comungam muito mais do que a imersão de seus pares no conhecido Valerioduto.

Afinal a politica econômica de FHC se robusteceu com Lula, tendo como resultado a conduta quase que servil aos interesses do sistema financeiro.

A mera constatação do lucro advindo dos famigerados depósitos compulsórios, a que alegremente essas instituições se submetem, visto que o juro pago a elas é muito maior do que qualquer aplicação regular no mercado internacional, aliada à permanência da temerária política cambial, faz com que entre essas instituições inexista a mais tênue concorrência mercadológica, vide por exemplo as astronômicas taxas de serviço praticadas.

Afinal emprestar dinheiro se tornou prática supérflua, admitindo-se quando muito o inchaço do crédito consignado que solapa a capacidade de endividamento dos aposentados e afins.

Essa a verdadeira identidade desses dois partidos tão iguais.

O Valerioduto é apenas mais um sintoma dessa síndrome esquizofrênica.

(O texto acima foi postado na seção”Desabafe”, aí do lado esquerdo desta página. É ali que pinçarei a maioria dos textos para alimentar esta nova seção do blog -“A palavra do leitor”.)

————————–

Abraços!


luiz alfredo motta fontana on 10 junho, 2015 at 17:15 #

Ao relembrar a frase final daquele longínquo comentário;
– “O Valerioduto é apenas mais um sintoma dessa síndrome esquizofrênica.”
Entristeço, estava certo, mas tão distante do mar de lama, quanto o cadastro de Valério é distante dos de quaisquer destas empreiteiras.

Elas floresceram no período escuro da ditadura. nas sombras, no sigilo armado, na censura, a exceção, verdade seja dita, à capa histórica do Pasquim indagando pelas “outras” pontes que cabiam no custo da Rio-Niterói.

Lula, FHC, Dilma, “Aécios” e “Mercadantes”, traduzem mais que identidades siamesas, são eflúvios do mesmo vulcão, e escorrem pelas mesmas rachaduras da nossa triste história.
Sem contar Marina, que tentou, de forma canhestra, apresentar-se como o mais do mesmo.


luiz alfredo motta fontana on 10 junho, 2015 at 17:28 #

Cabe lembrar, para fazer justiça, da sempre celebrada acolhida dos “Chicagos Boys”, de ocasião, como se o cumprimento de etapas acadêmicas fossem garantia de bons princípios e intenções.

Uma mariola, e um gibi da Ebal, a quem demonstrar diferenças entres estes falsos antípodas!


Carlos Volney on 10 junho, 2015 at 17:54 #

Caro poeta, meu mais sincero e humilde pedido de perdão.
Não tinha conhecimento do comentário acima, feito certamente em período em que não acessei o blog por estar em viagem, mas mesmo isso não me redime.
Afinal, acompanho fielmente, e com entusiasmo, seus brilhantes comentários e neles fica mais do que clara sua posição que no caso aí é rigorosamente igual à minha.
Debite a derrapagem a trapaças de uma memória quase senil que não consegue mais acompanhar a disposição do corpo, este sim aínda com algum vigor pois conservado em BARRÍS DE CARVALHO, e dos melhores.
Sou seu admirador confesso, poeta. TIM TIM


luiz alfredo motta fontana on 10 junho, 2015 at 18:06 #

Caro Volney

O que vale é este Tim Tim!!!!


Graça Azevedo on 11 junho, 2015 at 20:11 #

TIM, TIM! Querido Volney, caro Poeta, bom saber que ando em boa companhia.


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos