DEU NO BLOG POR ESCRITO (DO JORNALISTA LUIS AUGUSTO GOMES)

Disputa sobre obras em Salvador

A sessão (na Assembléia Legislativa) gerou uma polêmica, depois que o deputado Joseildo Ramos (PT), analisando a situação do transporte e da circulação em Salvador, relacionou obras do governo Jaques Wagner, numa crítica implícita a administrações anteriores, que por décadas não se preocuparam com “obras estruturantes”.

O parlamentar referiu-se às peculiaridades físicas de Salvador, que definiu geograficamente como “uma península”, e citou obras importantes, como a Avenida 29 de Março, ligação de Paripe a Itapuã, cortando transversalmente a cidade, e o conjunto de viadutos do Imbuí, além do metrô, que enfim, embora modestamente, funcionou.

A réplica veio pelo deputado Pablo Barrozo (DEM), que questionou o “esquecimento” da ponte Salvador-Itaparica, numa ironia – dizemos nós –, porque o então governador Jaques Wagner previra, em 2009, sua conclusão para quatro anos depois.

Barrozo derivou para o lado pessoal ao criticar o que, para ele, foi o descaso dos governos federais do PT com a Bahia em 12 anos, pois o ex-presidente Lula teria sido para Wagner “um companheiro de beber, de farra”, mas que nada fez pelo Estado.

O deputado disse que é natural que o governo federal realize obras na Bahia, porque detém mais recursos “na divisão do bolo”, e brincou com o fato de o adversário recorrer a uma anotação durante o discurso: “Vejo até a preocupação do deputado Joseildo de conhecer melhor Salvador, decorar alguns nomes de avenidas, como a Pinto de Aguiar”.

Neto elogiou investimentos, diz líder

Coube ao líder do PT, Rosemberg Pinto, fazer a tréplica, não sem antes, defendendo uma antiga tese, perguntar “para que servem estas sessões, a não ser nos dias de votação”, por achar que o tempo usado pelo deputado do DEM serviu apenas para uma injustiça contra os governos petistas.

“Parece que há um desconhecimento profundo quando se diz que nos últimos 12 anos o Partido dos Trabalhadores, o governo federal, não ajudou Salvador. É preciso perguntar a Neto”, afirmou, numa referência ao prefeito da capital, ACM Neto.

Rosemberg recordou o ato de inauguração da Via Expressa, em novembro de 2013, quando “o prefeito de Salvador se disse orgulhoso por estar no palanque com a presidenta Dilma, pela capacidade que ela tem de superar divergências políticas e investir na cidade”.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos