Bispo Luiz Cappio, no marco zero da transposição:
promessas traídas e luta que segue

A jornalista Maria Olívia Soares lembra neste 03 de Junho, Dia Nacional em Defesa do Rio São Francisco

Situação é crítica no Rio São Francisco. Vale a pena ler e acompanhar a série de reportagem publicada pelo Estado de Minas, a partir do dia 31 de maio.

“Passados 10 anos, mais uma vez, a história de frei Luiz Cappio (bispo da diocese da Barra, oeste da Bahia) se confunde com a do rio: as promessas feitas a ambos não foram cumpridas, o São Francisco definha a uma velocidade que surpreende os mais pessimistas e a transposição, apresentada como panaceia para matar a sede no Nordeste, não apenas avança a passos trôpegos, como zomba de sertanejos, ao lhes negar acesso até à pouca água que tinham antes do início da obra. Foi o que descobriu o Estado de Minas, ao percorrer 3.500 quilômetros de seca, assoreamento, poluição e descaso, entre Minas, Bahia e Pernambuco, para a série de reportagens apresentada a partir de hoje 31 de maio)”, diz trecho da reportagem do jornal Estado de Minas.

BAHIA EM PAUTA TEM RAÍZES PROFUNDAS FINCADAS NAS BARRANCAS DO RIO SÃO FRANCISCO: PESSOAIS E CULTURAIS.BP ESTÁ 100% AO LADO DA CAUSA DOS QUE VERDADEIRAMENTE DEFENDEM O RESPEITO ÀS SUAS ÁGUAS, À SUA HISTÓRIA, CULTURA E PRESERVAÇÃO.AQUI RESISTIREMOS AOS ATENTADOS DE MORTE E ÀS TRAIÇÕES DE TODO TIPO AO VELHO CHICO.
(Vitor Hugo e Maria Olívia)


Temer e Wagner: o que é isso, companheiros?

DEU NO JORNAL DIGITAL BRASIL247

Menos de duas semanas após perder o comando da Codevasf (Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba), com a demissão de Elmo Vaz, a Bahia perde mais um posto político no governo federal. O baiano Vicente Neto foi exonerado da presidência da Embratur, autarquia do Ministério do Turismo. Vaz era da cota do PT e foi substituído por um indicado do PP, e o posto de Vicente Neto, do PCdoB, agora é do PMDB.

A queda de Vicente Neto teve intervenção direta do vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB), que é também o articulador político do Planalto. Conforme publicação da coluna Satélite, do jornal Correio*, a manobra de Temer faz parte de estratégia para atender a aliados como contrapartida para votações de projetos polêmicos no Congresso.

Quem assumiu o comando da Embratur foi Vinicius Lummertz, pela cota do PMDB.

Aliado de longas caminhadas do PT, o PCdoB tomou posição divergente daquela orientada pelo PT na votação da medida provisória que estabelece novas regras para concessão do auxílio doença e pensão por morte no início de maio. Na votação da reforma política, o PT orientou pela não aprovação do distritão, mas o PCdoB seguiu caminho contrário e votou a favor.


A magnífica composição de Zeca Afonso, na sublime interpretação de Dulce, vai dedicada a todos os poetas leitores e ouvintes do BP.

Salve Lisboa!!! No mês de Santo Antonio. E sempre!

BOA TARDE!!!

(Vitor Hugo Soares)

jun
03
Posted on 03-06-2015
Filed Under (Artigos) by vitor on 03-06-2015


Terreiro do Paço, Lisboa

DEU NO PORTAL EUROPEU TSF

A capital portuguesa está no 35º lugar geral e no 14º posto europeu, numa lista liderada por Londres. A edição 2015 do ranking da MasterCard mostrou que a procura por Lisboa, numa comparação com 2014, aumentou 4,9%, face aos 3.564.041 de visitantes internacionais registrados.

O Global Destinations Cities Index mostrou, porém, uma diminuição de 0,3% na despesa feita pelos turistas, o que traduz uma quebra da receita de 1.840 milhões de dólares (1.654 milhões de euros) em 2014 para 1.834 milhões (1.649 milhões de euros) no ano corrente. A média de gastos por visitante desceu de 541 (486 euros) para 515 dólares (463 euros).

Os dados mostram ainda que numa comparação entre 2015 e 2009 Lisboa teve um crescimento de 8,3% por parte dos visitantes, mas que a receita registrou uma quebra de 04%.

Londres voltou a ficar no primeiro posto da lista, ao apresentar um total de 18.815.185 visitantes internacionais (+06% do que em 2014) e uma receita de 20,25 mil milhões de dólares (+2,3%), embora a média de gastos por pessoa tenha baixado dos 1.114 dólares (1.001 euros) para os 1.075 (966 euros).

A seguir à capital britânica surgiram, como cidades preferenciais, Banccoque, Paris, Dubai, Istambul, Nova Iorque, Singapura, Kuala Lumpur, Seul e Hong Kong.


DEU NO BLOG POR ESCRITO (DO JORNALISTA LUIS AUGUSTO GOMES)

Esforço burocrático e inútil

As duas maiores expressões do PT na Bahia – o governador Rui Costa e o ministro Jaques Wagner – vieram recentemente a público fazer uma defesa enfática do partido, que, de fato, vem recebendo muitas críticas, em variados níveis, em razão dos acontecimentos que o envolveram numa rede orgânica e perene de corrupção.

Entende-se que tão destacadas autoridades desejem encorajar seus militantes, seguidores e eleitores num momento tão difícil, mas, considerada a realidade das coisas, talvez fosse melhor passar ao largo, já que não se vislumbra nas instâncias partidárias intenção de autocrítica ou reformulação de rumos.

Como políticos experientes, Wagner e Rui estão se esquecendo de que tudo que carece de muita explicação é, por si só, difícil de explicar. Não há milagre que faça o PT retornar ao nível de prestígio e credibilidade de que já desfrutou no Brasil, nem como instituição, nem através de suas personalidades.

O Comandante Wagner

Os dois petistas têm discursos distintos, refletindo as diferenças entre um e outro. O governador faz uso de chavões de pouca consequência prática, como “não conseguirão abaixar a cabeça da militância”, e quer fazer acreditar que “o PT é algo enraizado no coração e na mente do povo mais simples do nosso país”.

Wagner é elaborado e puxa a questão para o lado mais perigoso, ao insinuar que “simpatizantes e representantes” do partido estão sendo vítimas de “manifestações de ódio e intolerância”, quando, na verdade, houve apenas protestos contra figuras petistas de alto destaque nos governos Lula e Dilma.

Cidadãos têm direito, dentro das limitações da lei, de criticar em voz alta, diretamente, onde quer que estejam, pessoas que, no seu entendimento, têm culpa pelo quadro de problemas que o país enfrenta neste momento.

No cargo que exerce, de ministro da Defesa, Wagner é que não tem direito de falar em reação, muito menos “de peito estufado”, atitude, como bem observou Luiz Alfredo Motta Fontana, no blog Bahia em Pauta, mais parece inspirada no general Newton Cruz.

BOM DIA!

jun
03
Posted on 03-06-2015
Filed Under (Artigos) by vitor on 03-06-2015


Samuca, no Diário de Pernambuco

DO EL PAIS

Pedro Cifuentes

Do Rio de Janeiro
:

A Polícia Federal e o Ministério Público Federal continuam fechando o cerco contra a corrupção na Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e abriram inquérito contra o principal suspeito de todo o esquema, o ex-presidente da CBF Ricardo Teixeira. O ex-presidente do F.C. Barcelona Sandro Rosell também foi indiciado. Segundo os jornais O Globo e Estadão, Teixeira é acusado de quatro crimes (evasão de divisas, falsificação de documentos públicos, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica), enquanto Rosell responde por dois: falsificação de documento público e ocultação de informações.

Segundo depoimentos confidenciais colhidos pela Polícia Federal e mencionados pela imprensa brasileira, Rosell teria embolsado mais de oito milhões de euros (cerca de 28 milhões de reais) em um dos negócios ilegais. A investigação começou com as comissões recebidas por esses dirigentes por meio da empresa Alianto. Entre os investigados também estão os diretores de três empresas de marketing esportivo, como Claudio Honigman, parceiro comercial Teixeira e Rosell.
mais informações

Não é a primeira vez que Rosell e Teixeira fazem negócios juntos. Na verdade, Rosell foi diretor de marketing da Nike na América Latina durante o período em que a empresa norte-americana assinou um acordo milionário com a CBF que já foi examinado (e não foram encontradas provas conclusivas) por uma CPI em 2001.

A investigação, iniciada há dois anos, permitiu que o Ministério da Fazenda registrasse uma movimentação financeira “atípica” por parte de Teixeira durante a preparação da Copa do Mundo do Brasil no valor de 150 milhões de euros. As operações tiveram lugar entre 2009 e 2012, ano em que Teixeira foi obrigado a deixar a presidência da entidade que dirigia desde 1989 por acusações graves de corrupção.

O sucessor de Teixeira na CBF, José Maria Marin, de 83 anos, está preso na Suíça à espera de extradição para os Estados Unidos pelo escândalo de suborno, juntamente com seis outros altos executivos da Fifa. Embora ele não tenha relação direta com o “Fifagate”, fontes policiais afirmam que a investigação brasileira poderia servir para complementar o processo realizado pela as autoridades dos EUA e que levou à demissão do seu presidente, Joseph Blatter.

  • Arquivos