DEU NO POR ESCRITO (BLOG DO JORNALISTA LUIS AUGUSTO GOMES)

PDT é página virada para Nilo

O presidente da Assembleia Legislativa, Marcelo Nilo deu ao presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, prazo de 15 dias para marcar a convenção na Bahia em tempo hábil de uma possível filiação sua a outra legenda caso seja vencido pelo deputado federal Félix Mendonça Júnior na disputa pelo comando do partido na Bahia.

Nilo não aceita a decisão de Lupi de fazer a convenção no final de setembro, o que lhe retiraria espaço de manobra em caso de derrota, e assim deixará o partido se não houver mudança de data. “Deputado federal é muito importante no valor do Fundo Partidário, e esse Lupi é muito malandro”, disse um parlamentar a este blog.

A análise praticamente descarta a possibilidade de Nilo ganhar a convenção, e a convivência entre ele e Félix Jr. é hipótese inexistente: “A coisa ficou muito feia. Não se divulgou nem um por cento do que um disse ao outro nesse conflito”, assegurou, acrescentando que “Marcelo precisa ter um partido que ele controle”.

Tal necessidade decorre dos planos de Nilo de lançar-se a senador em 2018, quando serão disputadas duas vagas. “Marcelo sabe que não dá para continuar deputado estadual, principalmente depois de dez anos de presidente, e sabe também que Otto e Leão se viabilizaram para a chapa majoritária porque têm o PSD e o PP”.

Opções tornam nebuloso o futuro

O fato é que Nilo vive uma das situações mais difíceis de sua carreira política, obrigado a tomar um caminho até agora nebuloso. Mas as opções não podem ser vistas como pacíficas.

Por exemplo, o PSB, sob férreo controle da senadora Lídice da Mata, com quem as relações do presidente da Assembleia, sempre amistosas, experimentaram grave crise na última campanha.

Restaria o nascituro PL. Na ida a Brasília, Nilo encontrou-se também com Gilberto Kassab, presidente do PSD e articulador do novo partido, cujo registro já foi solicitado ao TSE.

O problema é que na própria corte transpirou a ideia de que a maioria das assinaturas seriam de filiados ao PSD e que a nova legislação, que proíbe essa espécie de “dupla militância”, alcançaria o PL.

Outro participante do encontro na capital federal foi o senador Otto Alencar, que assegurou ao deputado Nilo, mesmo em caso de não-viabilização do PL, que o PSD lhe concederá a vaga para concorrer ao Senado.

Be Sociable, Share!

Comentários

Taciano Lemos de Carvalho on 1 junho, 2015 at 8:02 #

Marcelo Nilo encurralado por Lupi e Felix Mendonça Jr. prepara retirada do PDT. Ideologicamente nunca foi pedetista, acho.

Situação pior é a do próprio PDT depois da morte do Brizola. Foi encurralado, garroteado e sangrado, pelos lupis e manés, a troco de boquinhas aqui e acolá. Como faz falta o Brizola! Que, tenho certeza, se revira na cova ao ver o caminho errado para o qual o partido vem sendo empurrado.


Taciano Lemos de Carvalho on 1 junho, 2015 at 9:43 #

Vem sendo, não. Foi empurrado.


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos