Domingo sangrento:Rebelião e tragédia no presídio de Feira

DEU NO CORREIO 24HORAS

Da Redação (redacao@correio24horas.com.br)

Sete pessoas morreram durante uma rebelião em um pavilhão do Presídio Regional de Feira de Santana na tarde deste domingo (24). De acordo com informações da Polícia Militar, a movimentação teve início por volta das 14h e foi comandada pelos próprios detentos, a fim de promover o “acerto de contas entre grupos rivais”. A causa da rebelião, no entanto, ainda não é conhecida.

No momento do motim, muitas famílias visitavam detentos. No entanto, segundo a polícia, não houve feridos, nem reféns. Todos os mortos eram presidiários.

Quando equipes policiais chegaram ao local, o conflito já havia sido encerrado, mas ainda são realizadas buscas a fim de localizar materiais que possam ser utilizados como arma. Ainda de acordo com a polícia, não foram registradas ocorrências de fuga de internos.

Be Sociable, Share!

Comentários

rosane santana on 25 Maio, 2015 at 7:04 #

Dói na alma, qdo a gente vê uma cena dessas, como na foto, e sabe q os verdadeiros bandidos do país, por ora envolvidos na Operação Lava-Jato e tantas outras maracutaias estão ilesos.

Deus! ó Deus! onde estás que não respondes?
Em que mundo, em qu’estrela tu t’escondes
Embuçado nos céus?
Há dois mil anos te mandei meu grito,
Que embalde desde então corre o infinito…
Onde estás, Senhor Deus?…


Taciano Lemos de Carvalho on 25 Maio, 2015 at 8:54 #

Os verdadeiros bandidos do país das operações lava-jatos se dividem em facções, mas atuam organizados, fechados, protegidos em um só cartel. Ninguém mata, ninguém morre. Só rouba.


rosane santana on 25 Maio, 2015 at 9:12 #

Ninguém mata? E Celso Daniel? E o escritor brasileiro de origem belga que deu uma bengalada em Zé Dirceu, depois foi preso subitamente pela PF, internado em Brasília e uma semana depois estava morto? E o corpo, sabe o que fizeram? Cremaram imediatamente.


rosane santana on 25 Maio, 2015 at 9:13 #

Matam com requintes. E especialistas dizem q há muitos. Já não se mata mais como a Kennedy!


Taciano Lemos de Carvalho on 25 Maio, 2015 at 9:44 #

É verdade. Não matam em rebeliões de presídios. Mas matam milhares com o dinheiro que roubam dos hospitais, da segurança, da escola, das estradas.
E o escritor curitibano Yves Hublet, que morava em Brasília, morreu misteriosamente.


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos