Cadê o prefeito ACM Neto? Onde anda e o que faz o governador Rui Costa enquanto a Cidade da Bahia se afoga e a sua gente geme e se desespera nas encostas em mais esta terrível madrugada de temporal?

E a presidente de tantos votos “da capital mais dilmista do Brasil” e tantas alegres temporadas de verão na Praia de Inema, Base Naval de Aratu? Dá as costas para Salvador nesta hora de chuvas, desabamentos, mortes, desabrigo e abandono? Responda quem souber.

(Vitor Hugo Soares)

Be Sociable, Share!

Comentários

luiz alfredo motta fontana on 20 Maio, 2015 at 4:48 #

Vou arriscar a resposta.

Estão todos, com o sorriso dos cínicos, lembrando ao povo soteropolitano, que impera entre nós, melhor dizendo, sobre nós, meros munícipe “deste país nunca antes visto”, a armadilha herdada de FHC, o entediado gongórico.

Essa preciosidade, travestida de ética de ocasião, atende pelo formal nome de Lei da Responsabilidade Fiscal.

Tucanos e petistas amam esta lei, os desobriga de cuidar.

Traduzindo, numa federação anêmica, face à concentração de recursos nas mão do tal poder central, leia-se hoje, a forma petista de governar, seus desvios, seus dutos de propina, seus compromissos bolivarianos, pouco sobra aos municípios, sendo assim sempre desculpável o abandono.

Sugere-se, sem nenhuma garantia de êxito, entupir as caixas postais do palácio já que Dona Dilma, mesmo quando voa, está atenta às redes sociais, basta para isso conferir os 2,3 milhões gastos com moderno sistema de internet, por satélite inglês, salvo engano, com que equipou os tais aerolulas.

Afora isso, sempre é bom pedir perdão a Deus, por insistirem em prestigiar, sobretudo votar e sustentar, falsos heróis.

A cada morte, a tal “ética” torpe e cínica, exime-se de culpa ou dolo.

Resta ao povo entoar: perdoa-me por me traíres!


luiz alfredo motta fontana on 20 Maio, 2015 at 4:57 #

Na terra do “falta recursos” o que sobra é malandro, omisso ou não.

Pior, depois de FHC, sob aplausos dos “Pedros Simon” de ocasião, a desculpa é norma legal, e os afogados ainda batem palmas.

Qualquer semelhança com “bezerro de ouro” não é mera blasfêmia.


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos