Manoel Tenório JR: desaparecido na área do desastre

DO PORTAL A TARDE

Gilson Jorge dos Santos

Manuel Ursino Tenório de Azevedo Junior, de 52 anos, que é analista do Tribunal de Justiça da Bahia em Itabuna, está entre os desaparecidos após os dois terremotos que deixaram pelo menos 2 mil mortos no Nepal. A confirmação de que ele está na região foi dada por parentes e amigos através das redes sociais. O Itamaraty ainda não se manifestou sobre Tenório, que é pernambucano e mora há mais de 20 anos no sul da Bahia.

Sérgio Spúlvuda que estava com Tenório no Nepal, chegou no Brasil no sábado, 25, e publicou neste domigo, 26, em sua página no Facebook um pedido de ajuda, em inglês, para ter informações do amigo. “Viajava com o meu amigo Juba Tenorio Jr. de Itabuna, na Bahia, Brasil. Saímos Delhi, e fomos para Virdavran, depois, Ritikesh, de onde fomos para Agra. Em Varanasi, me despedi, porque eu estava um pouco doente devido a uma infecção. Tive uma intuição triste e voltei ao Brasil, mas o meu amigo Juba Tenorio … continuou …. se alguém souber qualquer informação, por favor, avise-nos o mais rapidamente possível”, disse.

O número exato de brasileiros nas regiões atingidas é desconhecido. Desde o terremoto, as informações sobre os brasileiros no local chegam ao governo por meio dos contatos de parentes e amigos e pelas redes sociais. A embaixada brasileira busca informações em hotéis e agências de turismo.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos