abr
20
Postado em 20-04-2015
Arquivado em (Artigos) por vitor em 20-04-2015 00:49

DEU NO CORREIO24HORAS

Da Redação

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso disse neste final de semana que seria uma “precipitação” abrir processo de impeachment contra Dilma Rousseff neste momento. A fala do ex-presidente aconteceu no Fórum de Comandatuba, no sul baiano.

(Foto: Arquivo ABr)

“Como um partido pode pedir impeachment antes de ter um fato concreto? Não pode!”, criticou FHC, segundo a Folha. “Impeachment não pode ser tese. Ou houve razão objetiva ou não houve razão objetiva. Quem diz se é objetiva ou não é a Justiça, a polícia, o tribunal de contas. Os partidos não podem se antecipar a tudo isso, não faz sentido”, complementou, sem citar diretamente seu partido, o PSDB.

O PSDB encomendou pareceres de juristas sobre a viabilidade de se pedir o impeachment de Dilma Rousseff. Um dos motivos poderia ser possíveis irregularidades em manobras fiscais feitas pelo governo em 2014, para “fechar as contas” do ano.

FHC também rebateu afirmação do ministro Luís Inácio Adams, da advocacia-geral, de que essas manobras também foram feitas pelo governo tucano. “Eu não sei essa mecânica do dia a dia, mas duvido que tenha havido alguma coisa desta magnitude. Certamente não. E, se foi feito, foi errado. Um erro não justifica o outro”, disse FHC.

Manifestações

Para o ex-presidente, é preciso cautela do PSDB em relação aos movimentos de ruas que pedem a saída do governo Dilma.”É preciso respeitar a natureza desses movimentos. Se esses movimentos acharem que um partido qualquer vai querer capturá-los, eles vão embora. Não é um processo manipulável por partidos”, disse.

FHC também falou sobre a maioridade penal, dizendo ser arriscado uma redução no Brasil. “Eu acho a redução arriscada. Se você reduz para 16 anos, aí o bandido vai pegar uma criança de 15 anos para dizer que não é culpado”, afirmou.

Be Sociable, Share!

Comentários

vangelis.a on 21 Abril, 2015 at 0:40 #

CONTOS DE CAROCHINHA DO VANGELIS – O BABÃO DA BOCA MOLE tem medo que o Lava Jato respingue no seu rebento, que foi lobista, junto com o cunhado, de uma das empreiteiras de Kirimurê que também está envolvida e em regime de falência.
Filho muitas vezes é problema puro.
ÔÔÔÔ, dê-me uma Moet Chandon safra 1989 em homenagem aos 200 anos da Revolução Francesa… hahahahahaha


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos