“Não se iludam, não me iludo, breve poderá não mais fundar nem gregos nem baianos”.

Só as crateras medonhas do “Metrô da Paralela” e da propaganda governamental engolindo tudo, incluindo o dinheiro público.

BOA TARDE!!!

(Vitor Hugo Soares )

DEU NO PORTAL TERRA BRASIL

Fernando Diniz
Direto de Brasília

Um homem foi detido pela Polícia Legislativa da Câmara dos Deputados depois de soltar cinco roedores no plenário da CPI da Petrobras, na manhã desta quinta-feira. O episódio tumultuou a sessão antes da oitiva do tesoureiro do partido, João Vaccari Neto.

Os roedores (dois ratos, dois hamsters e um esquilo da Mongólia) foram soltos logo após a entrada de Vaccari à sala, que chegou acompanhado por deputados do PT. Um policial legislativo deixou a sala com dois dos animais na mão e foi até a saída do anexo dois. “O que eu faço com eles?”, questionava a jornalistas que tentavam fotografar os roedores.

A ação do manifestante gerou bate boca entre parlamentares – Jorge Solla (PT-BA) acusou o Delegado Waldir (PSDB-GO) de envolvimento no episódio. “Você tem que provar”, reagiu o deputado, que quer desculpas formais do PT.

O relator da CPI, Luiz Sérgio (PT-RJ), acredita em uma atitude encomendada. “Queria registrar minha insatisfação com uma ação encomendada. O circo armado mostra o nível que nós estamos”, disse o relator da CPI, Luiz Sérgio (PT-RJ).

O coordenador da Frente Parlamentar em Defesa dos Animais, Ricardo Izar (PSD-SP), e o deputado Laudívio Carvalho (PMDB-MG) solicitaram à Polícia Legislativa a guarda dos roedores. “Seremos os responsáveis por esses animaizinhos durante todo esse procedimento do processo administrativo e criminal. Receberão todo o tratamento necessário para que possam sobreviver”, disse o peemedebista.

abr
09


DEU NO BLOG POR ESCRITO (DO JORNALISTA LUIS AUGUSTO GOMES)

Velho Oeste

Mata-se uma pessoa em Barreiras em intervalos de quatro dias, média anunciada pelo deputado Pablo Barrozo (DEM). “As pessoas até se escondem no quarto dia para não serem a próxima vítima”, ironizou.


Professor Ataualpa: capotamento em Pituaçu

DEU NO CORREIO24HORAS

O professor do curso de Matemática da Universidade Federal da Bahia (Ufba) Ataualpa Magno Ferraz de Novaes, 53 anos, morreu após capotamento do automóvel que ele dirigia na madrugada de quarta-feira (8) na avenida Octávio Mangabeira, no bairro de Pituaçu, em Salvador.

Atahualpa foi lançado para fora do veículo e morreu na hora. O acidente aconteceu por volta da 1h da madrugada, no sentido Itapuã.

Segundo informações da Superintendência de Trânsito e Transporte do Salvador (Transalvador), o motorista perdeu o controle do veículo, um Renault Logan, subiu no passeio e capotou.

O veículo foi parar no jardim de uma casa que fica na orla. Com o impacto, o professor foi arremessado pelo para-brisa.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi enviada ao local para socorrer a vítima, mas quando chegou ao local o motorista já estava morto. O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal Nina Rodrigues (IML).

abr
09


DEU NO PORTAL TERRA BRASIL

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou, por 324 votos a 137 e 2 abstenções, o texto-base do Projeto de Lei 4330/04, que regulamenta os contratos de terceirização no setor privado e para as empresas públicas, de economia mista, suas subsidiárias e controladas na União, nos Estados, no Distrito Federal e nos municípios.

Um acordo de procedimentos entre os partidos deixou a votação dos destaques para a próxima terça-feira (13), quando pontos polêmicos deverão ser decididos em votações separadas.

O substitutivo apresentado pelo deputado Arthur Oliveira Maia (SD-BA), que relatou a matéria em Plenário em nome de todas as comissões, manteve, por exemplo, a possibilidade de a terceirização ocorrer em relação a qualquer das atividades da empresa.

O texto não usa os termos atividade-fim ou atividade-meio, permitindo a terceirização de todos os setores de uma empresa. Os opositores do projeto argumentam que isso provocará a precarização dos direitos trabalhistas e dos salários. Esse deve ser um dos pontos a serem debatidos por meio de destaques na próxima semana.

Mudanças

Antes da votação, Maia apresentou parecer favorável a quatro emendas de Plenário. As principais mudanças feitas em relação ao parecer anterior, divulgado na manhã desta quarta-feira, são a exigência de recolhimento antecipado de tributos por parte da contratante com base na fatura paga à contratada; e a manutenção do vínculo sindical do trabalhador terceirizado ao mesmo sindicato que representa o empregado da contratante, se as empresas pertencerem à mesma categoria econômica.

BOM DIA!!!

DEU NO PORTAL EUROPEU TSF

A rede de televisão francesa TV5Monde sofreu nesta quarta-feira, 8, ataque de piratas informáticos reivindicado pelo grupo Estado Islâmico (Daesh ). Os invasores assumiram o controle dos seus canais e das suas páginas na Internet e no Facebook.

«Estamos sem capacidade de difundir através de qualquer dos nossos canais. Os nossos sítios na internet e nas redes sociais deixaram de estar sob o nosso controle e estão exibindor reivindicações do denominado Estado Islâmico», afirmou o diretor-geral da estação, Yves Bigot, à AFP.

Os piratas colocaram também documentos na página da TV5Monde no Facebook com o que alegaram ser a identificação e os currículos de familiares de soldados que participam nas operações contra este grupo.

abr
09
Posted on 09-04-2015
Filed Under (Artigos) by vitor on 09-04-2015


Jarbas, no Diário de Pernambuco


Raúl Castro e Obama na África do Sul. / CH. S. (GETTY)

DEU NO EL PAIS

Silvia Ayuso

O presidente dos EUA, Barack Obama, tem uma imagem melhor do que a de Raúl e Fidel Castro em Cuba, onde o Papa Francisco e o rei Felipe VI também obtêm maior pontuação do que os dois irmãos que dirigem o destino do país há mais de meio século. O que os cubanos aplaudem de maneira indiscutível é a decisão de Raúl Castro de normalizar as relações com Washington, apesar de não acreditarem numa mudança radical na política da ilha num futuro imediato.

Estes são os principais resultados de uma pesquisa feita pela empresa Bendixen & Amandi para o jornal The Washington Post e a rede de televisão Univisión. A pesquisa foi realizada em Cuba com 1.200 cidadãos cubanos residentes na ilha entre os dias 17 e 27 de março, com vistas ao primeiro encontro oficial de Obama e Castro durante a Cúpula das Américas, que começa na sexta-feira no Panamá.

Ao esperado encontro panamenho Obama comparece com uma imagem mais favorável entre os cubanos do que seu interlocutor: de acordo com a pesquisa, 80% dos cubanos têm uma opinião positiva sobre o presidente dos EUA. No caso de Raúl Castro, a opinião está dividida, embora penda ligeiramente para o lado negativo: 47% dos cubanos o vêm favoravelmente e 48% têm uma visão negativa do atual presidente cubano. No caso de Fidel, a diferença é mais clara: 50% disseram ter uma opinião “um pouco ou muito negativa”, enquanto 44% dos cubanos continuam a vê-lo com bons olhos.

Além de Obama, o papa Francisco –mediador nas negociações secretas que levaram ao anúncio da normalização das relações entre Cuba e EUA em dezembro– tem uma imagem positiva entre 80% dos cubanos. O rei Felipe VI (65%) e o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro (62%), também conseguiram melhor pontuação do que os líderes cubanos.

O Papa Francisco (80%), o rei Felipe VI (65%) e o presidente venezuelano Nicolás Maduro (62%) conseguem melhor avaliação

Mais razões para que do encontro entre Obama e Castro no Panamá saia algum resultado concreto: 97% dos cubanos consideram que a normalização é boa para Cuba. Eles também acreditam que a ilha tem mais a ganhar com essa aproximação do que o vizinho norte-americano.

A insatisfação é o sentimento dominante dos cubanos na hora de avaliar o sistema econômico e político em que vivem na ilha: 79% dos entrevistados afirmaram “não estar muito ou nada satisfeito” com o sistema econômico, contra 19% que dizem apreciá-lo. Frente à mesma pergunta, mas sobre o sistema político, os números são um pouco mais moderados, mas também voltam a ser maioria –53% – aqueles que se declaram insatisfeitos, contra 39% que não têm muitas queixas.

Os motivos da insatisfação política são liderados pela falta de liberdade (49%), seguida pela falta de desenvolvimento econômico (26%). Na pesquisa, 52% disseram que há necessidade de mais partidos políticos na ilha, contra 28% que pensam que com o Partido Comunista de Cuba (PCC) é suficiente.

Mas, apesar das altas expectativas geradas pela aproximação Havana-Washington, os cubanos não acreditam que ela resulte em mudanças políticas imediatas, embora esperem melhorias econômicas.

A insatisfação é o sentimento dominante dos cubanos na hora de avaliar o sistema econômico e político

Outros 64% dos cubanos estão convencidos de que a normalização das relações levará a mudanças no sistema econômico, enquanto 30% pensam que continuará igual. As proporções se invertem quando a pergunta é saber se a aproximação também produzirá mudanças políticas: aqui são maioria (54%) os que pensam que continuará o “mesmo” sistema, enquanto apenas 37% acreditam que também haverá mudanças nessa esfera.

É por isso, talvez, que, apesar das esperanças de melhores perspectivas econômicas, a maioria dos entrevistados (55%), especialmente os jovens, responde com um claríssimo sim à pergunta sobre se gostariam de ir viver noutro país. É um dado preocupante, diz Fernand Amandi, da empresa responsável pela pesquisa de opinião.

“Apesar de o povo cubano se sentir muito otimista com a nova abertura e o que ela representa em termos de que vai ajudar a situação econômica, a grande maioria ainda quer sair de Cuba, viver noutro país. Especialmente a geração do futuro cubana”, disse Amandi em uma entrevista por telefone. Isso se explica, disse ele, pelo fato de que, embora se espere que a normalização das relações ajude a mudar a realidade econômica, “não será assim com um sistema que, de acordo com os entrevistados, necessita de reformas políticas. A conclusão de muitos é buscar o futuro fora do país”.

  • Arquivos