abr
07

Caó, no portal de humor gráfico A Charge Online

==============================================

Diante desta charge poderosa do premiado artista baiano e do sofrimento soteropolitano causado pelo rompimento da tubulação da adutora da Embasa, que deixa Salvador sem abastecimento de água desde domingo ( principalmente nas camadas mais pobres e carentes da Cidade da Bahia ), uma pergunta que não quer calar se impõe a quem acaba de retornar à capital baiana neste sufocante 7 de abril, Dia do Jornalista.

Seriam os primeiros sinais do Bonfim, todos os santos e todos os orixás, contra o Monstrengo II de Salvador, apelidado de Metrô da Paralela, a obra?

Obra segregadora e bem ao gosto dos novos donos de estado (e das empreiteiras) que a propaganda governista ( farta e cara ) anuncia?

Responda quem souber.

(Vitor Hugo Soares, com os agradecimentos a parabéns ao sempre generoso e brilhante jornalista Claudio Leal, que tocou o BP nesta dias de ausência de seu editor)

Be Sociable, Share!

Comentários

Taciano Lemos de Carvalho on 7 Abril, 2015 at 22:22 #

Vitor,
Torço que sejam os primeiros sinais contra o monstrengo do Metrô da Paralela. Como estou passando uns dias nesta bela Cidade da Bahia (que alguns a querem não tão bela, com essa gerigonça da Paralela) acho que vou dar um pulo até a Igreja do Bonfim e pedir a Oxalá que embaralhe, que amarre, que dê um nó cego, nesses trilhos.


vitor on 7 Abril, 2015 at 23:05 #

Taciano

Bom saber que você passa uns dias por esta cidade que, desde Gregório de Mattos, maus governantes fazem o possível para destruir (ou esculhambar, como dizia João Ubaldo), mas não conseguem.

Ótima a sua ideia de subir a Colina, para redobrar apelos ao Bonfim e a todos os orixás para livra a Cidade da Bahia de mais esta praga da improvisação governamental, chamada Metrô da Paralela.

Mande por e-mail o telefone fixo onde posso falar com vc na terrinha.


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos