mar
22
Postado em 22-03-2015
Arquivado em (Artigos) por vitor em 22-03-2015 00:21

DEU NO PORTAL EUROPEU TSF

Milhares de manifestantes encheram hoje a Praça Colón, em Madrid, e as ruas adjacentes para protestar contra os efeitos das políticas de austeridade aplicadas pelo Governo nos últimos anos. O protesto, no âmbito das Marchas pela Dignidade, decorreu sob o lema “Pão, trabalho, teto e dignidade” sem incidentes.

Os organizadores estimaram que a manifestação contou com a participação de «centenas de milhares» de pessoas, enquanto a polícia referiu uma participação de 10.000 a 12.000 pessoas.

Os manifestantes entraram em Madrid, debaixo de chuva, em nove colunas procedentes de todas as comunidades autónomas, confluindo na Praça de Colón pouco depois das 18:00 horas.

Empunhando bandeiras republicanas, das comunidades autônomas, de sindicatos e de partidos políticos de esquerda, os manifestantes entoaram palavras de ordem como “No Parlamento não está a solução, a solução é a revolução” e “Faz falta já uma greve geral”.

Nas faixas e panfletos liam-se mensagens como “Banqueiros ladrões culpados da crise” e “Tiram-nos tanto que, no final, tiram-nos o medo”. Os manifestantes também defenderam o direito à saúde, à educação e as pensões, assim como a saída de Espanha do euro, da União Europeia e da Nato.

Num palco instalado na Praça de Colón, dois representantes das 300 organizações sociais e sindicais promotores das marchas leram um manifesto em defesa de “uma vida com dignidade” e de “um programa de mínimos”, como passo prévio até à greve geral de 22 de outubro.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos