mar
10
Postado em 10-03-2015
Arquivado em (Artigos) por vitor em 10-03-2015 14:50


Expositores e trabalhadores do Salão Internacional da Construção vaiam Dilma Rousseff na chegada da presidente ao evento, em São Paulo

=====================================

DEU NO UOL/FOLHA

DANIELA LIMA
DE SÃO PAULO

A presidente Dilma Rousseff (PT) foi recebida com vaias e gritos de “fora Dilma” e “fora PT” ao chegar no Salão Internacional da Construção em São Paulo na manhã desta terça-feira (10).

A equipe da presidente chegou a modificar o trajeto da petista na tentativa de afastá-la dos expositores e trabalhadores que estavam no local.

No entanto, não conseguiram. Enquanto passeava pelos estandes, Dilma era hostilizada. Em meio às vaias, as pessoas gritavam “PT ladrão!” e “Eu não voto no PT”.

Quando a presidente chegou, apenas trabalhadores e expositores estavam no local, que ainda não havia sido aberto para visitação.

Do lado de fora, ouvindo as vaias, visitantes também xingavam a presidente com palavrões, como “vagabunda”.

Diante da recepção, a presidente fez uma visita de menos de cinco minutos e deixou o local em direção à cerimônia de abertura do evento, quando deve discursar a um público limitado a convidados.

PANELAÇO

No último domingo, durante pronunciamento oficial em rede nacional de rádio e TV pela ocasião do dia da mulher, a presidente foi alvo de buzinaço, panelaço e vaias em ao menos 12 capitais: São Paulo, Brasília, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Vitória, Curitiba, Porto Alegre, Goiânia, Belém, Recife, Maceió e Fortaleza.

Nas janelas dos prédios, moradores batiam panelas e xingavam a presidente, enquanto piscavam as luzes dos apartamentos num movimento em parte orquestrado via redes sociais. Para o próximo domingo, movimentos de oposição ao governo organizaram um ato de protesto contra a corrupção na Petrobras e o governo Dilma que deve ocorrer em diversas cidades do país.

REUNIÃO COM LULA

À noite, a presidente irá se reunir com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para conversar sobre a crise política e de popularidade que atinge o governo.

Inicialmente, a reunião estava prevista para ocorrer em São Paulo. Antes de embarcar em Brasília, pela manhã, Dilma decidiu transferir a conversa para a capital federal.

Be Sociable, Share!

Comentários

luiz alfredo motta fontana on 10 Março, 2015 at 17:50 #

Sem vaias, só na Base Naval de Aratu, com os cuidados do mordomo Wagner, devidamente aquartelado.


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos